Líbia prepara primeira exposição focada em cafés

Evento reunirá produtores, vendedores, representantes de marcas nacionais e regionais, além dos amantes de café e especialistas. Brasileiros ainda podem se inscrever para expor e cafeicultores podem enviar amostras do grão verde

A Líbia está preparando sua primeira exposição focada no mercado de cafés. A Libya Coffee Expo vem suprir a demanda local por espaços de encontro especializados no setor. O evento acontecerá em outubro em formato presencial e deve contar também com algumas transmissões online em tempo real.

A ideia é chegar, principalmente, a consumidores, profissionais e proprietários de pequenos negócios ligados ao grão. “O mercado líbio tem grande potencial de crescimento e ainda existe um poder aquisitivo considerável entre os compradores que apreciam café e o ambiente das cafeterias”, disse Abdulnasser Ibrahim, especialista em eventos que atua na supervisão e assessoria da exposição.

Em entrevista à ANBA, Ibrahim revelou o perfil do consumidor líbio, que já tem conhecimento sobre a produção e qualidade dos grãos de origem brasileira. “As empresas do Brasil são mais do que bem-vindas. Aliás, o grão brasileiro está entre os mais populares da Líbia”, afirmou Ibrahim.

Segundo o executivo, o país tem avançado no consumo de diferentes bebidas à base de café, principalmente do macchiato, cappuccino e espresso. Embora as marcas italianas predominem especialmente em ambientes de cafeterias, Ibrahim explica que a maioria dos cafés são blends, ou seja, têm grãos de diferentes origens, e a maioria deles leva a matéria-prima brasileira em sua composição.

A feira ainda tem inscrições abertas para empresas que quiserem expor. As marcas que tiverem interesse podem preencher uma ficha disponível no site oficial da Libya Coffee Expo. “Esperamos que o evento seja de interesse e atraia muita atenção dos consumidores mais ávidos, além de especialistas, empresas públicas e privadas e entidades envolvidas no comércio de café”, complementou o assessor do evento.

Para os produtores, há possibilidades de enviar amostras do grão verde, o chamado café verde, para serem exibidos e provados durante o evento. O procedimento também é feito através do site da exposição. A organização do evento é da empresa Hormuz, com co-organização da Dana Publicity. A exposição consta na lista de eventos oficiais da Specialty Coffee Association, órgão que abrange as entidades da Europa e Estados Unidos da América.

Fonte: ANBA

Últimas notícias

Incaper lança sistema eletrônico de avaliação de sustentabilidade da cafeicultura

Foto: Divulgação Incaper A sustentabilidade na cafeicultura é um dos ideais que norteiam ...

Inscrições para coordenação de pesquisa sobre peixes começam na segunda-feira (24)

As inscrições para a seleção de coordenador de projeto de pesquisa do Instituto ...

Venda Nova do Imigrante é destaque em projeto de qualificação do turismo rural

A rota de Agroturismo em Venda Nova do Imigrante foi validado pelo Ministério ...

Café: números da exportação demonstram a força da produção

Com a recente divulgação dos dados de exportação do café brasileiro fica claro ...

Batata apresenta queda de preços enquanto cebola sobe nas Centrais de Abastecimento

Um dos tubérculos mais utilizados na culinária brasileira, a batata apresentou oferta recorde ...