Wellington Luiz Pompermayer

Afie seu machado

O agronegócio tem alavancado a economia brasileira e cada vez mais ampliará sua contribuição. Estamos entre os principais players mundiais no setor e a tendência é que a nossa participação seja ainda mais relevante nas próximas décadas, possibilitando a segurança alimentar ao planeta.

No entanto, temos que ter mais atenção com alguns pilares essenciais para que possamos gerar resultados consistentes nesse mercado. É preciso produzir em quantidade, com qualidade e protegendo o meio ambiente. Para isso, temos que ter custos competitivos, logística eficaz e inovação.

Porém, iremos dar enfoque na inovação, palavra que está na moda e que, de maneira geral, ainda é um bicho papão para a maioria dos produtores, principalmente para os pequenos. Em conversas com os mesmos é comum ouvimos que inovar é para quem tem dinheiro, coisa para gente grande. E é aí que erramos, pois é possível inovar de várias formas e muitas vezes sem qualquer recurso financeiro.

Alguns exemplos dessa capacidade inovadora vão desde técnicas de produção mais modernas, utilização de aplicativos de celular (alguns com versões gratuitas), produção diferenciada e até a agregação de valor na própria propriedade.

E como começar isso? Participando de eventos diversos, cursos e palestras (muitos são oferecidos gratuitamente no interior com temas importantíssimos e infelizmente ainda temos turmas com baixa participação), vídeos e textos diversos na internet, (muitos feitos por outros produtores que mudaram alguma coisa em sua propriedade e já conseguiram um resultado positivo). Enfim, apenas “gastando” o seu tempo com essas dicas simples, você já pode promover uma verdadeira inovação na sua propriedade e, consequentemente, colher os resultados.

Não seja como o aprendiz de lenhador, que na conhecida fábula ficou louco quando viu que seu mestre ficou a maior parte do tempo sentado, enquanto ele cortava as árvores desesperadamente. Ao final, o mestre havia cortado muito mais árvores que ele. Ao indagá-lo, o mestre respondeu que enquanto ele estava gastando sua energia cortando loucamente as árvores, ele estava afiando o seu machado.

E você? Está afiando o seu machado? Está buscando informações que vão melhorar sua atividade? Você já deve ter notado que o mercado está mudando, que seu tempo é limitado e que você pode perder o bonde da história, então, comece a agir logo.

Mais da coluna

A educação supera qualquer crise

Sempre ouvimos falar que educação é a base de um país melhor e, ...

Poderão as fazendas verticais revolucionar a agricultura familiar?

 A mudança é algo constante em nossas vidas. Com a atual situação mundial, ...

Como inovar no setor mais importante do país?

O agronegócio sempre foi um dos pilares da economia e movimenta bilhões de ...