Dívidas são dores de cabeça eterna no agro

Nelson Moreira

Agência de Notícias Agropress

A Conab confirmou que o Rio Grande do Sul vai ter uma perda de cerca de 40% da safra de verão por conta da estiagem. Esta questão já está levando produtores gaúchos a se mobilizarem para resolver os problemas que vão vir com os financiamentos realizados para implantar a safra. 

Um levantamento recente feito pela Egrégora Consultoria e divulgado pela Associação Nacional de Defesa dos Agricultores Brasileiros (Andaterra) afirma que existe um total de R$ 700 bilhões em dívidas que vêm tirando o sono de vários produtores rurais no Brasil. A entidade diz que estes números resultam de um ciclo sem-fim de refinanciamentos por conta de problemas nas safras. 

É o caso de Adilson Borges, produtor de soja no Mato Grosso, que acumulou dívidas de 4 milhões de Reais por conta das frustrações de safras passadas. Segundo alguns especialistas a solução seria a ampliação do Seguro Agrícola, como forma de dar segurança ao campo.

Com ele, se houver frustração de safra, o produtor tem como reaver o que investiu e evitar problemas com as dívidas de financiamento. 

Mais da coluna

Silagem: sinônimo de nutrição de qualidade na época da seca

Marco Aurélio de Oliveira Pádua, engenheiro agrônomo da Matsuda Minas e  Embrapa Caprinos ...

Prontos para um novo ano de muitos resultados

Ronaldo Scucato, presidente do Sistema Ocemg Os tempos são de pandemia, mas também ...

A hora e a vez de emprenhar as vacas

Julliano Pompei, médico veterinário do Grupo Matsuda Uma estação de monta clássica dura, ...

Seria o boi um vilão ambiental? Fato ou mito?

Xico Graziano Engenheiro agrônomo, doutor em Administração, professor de MBA na FGV e ...

Café sem grão? Leite sem vaca? Hambúrguer sem boi?

Mauro Carrusca CEO e Founder da KER Innovation Muitos setores ainda são pegos ...