Dívidas são dores de cabeça eterna no agro

Nelson Moreira

Agência de Notícias Agropress

A Conab confirmou que o Rio Grande do Sul vai ter uma perda de cerca de 40% da safra de verão por conta da estiagem. Esta questão já está levando produtores gaúchos a se mobilizarem para resolver os problemas que vão vir com os financiamentos realizados para implantar a safra. 

Um levantamento recente feito pela Egrégora Consultoria e divulgado pela Associação Nacional de Defesa dos Agricultores Brasileiros (Andaterra) afirma que existe um total de R$ 700 bilhões em dívidas que vêm tirando o sono de vários produtores rurais no Brasil. A entidade diz que estes números resultam de um ciclo sem-fim de refinanciamentos por conta de problemas nas safras. 

É o caso de Adilson Borges, produtor de soja no Mato Grosso, que acumulou dívidas de 4 milhões de Reais por conta das frustrações de safras passadas. Segundo alguns especialistas a solução seria a ampliação do Seguro Agrícola, como forma de dar segurança ao campo.

Com ele, se houver frustração de safra, o produtor tem como reaver o que investiu e evitar problemas com as dívidas de financiamento. 

Mais da coluna

Convênio 100: a salvação da lavoura

Márcio Lopes de Freitas Presidente da OCB Em um cenário marcado pelas crises ...

A pandemia nos mostra que é preciso cooperar

Carlos André Santos De Oliveira Formado em Ciências Contábeis, pós-graduado em Gestão Empresarial ...

Uso do ultrassom para diagnóstico de gestação em novilhas e vacas leiteiras

Diogo Vivacqua de Lima Médico Veterinário Em uma fazenda onde a principal fonte ...

À espreita do hospedeiro

Gustavo Martins Médico Veterinário / Vet & Cia, do Grupo Matsuda Contando com ...

Manejo nutricional do rebanho é a chave para o período seco do ano

João Gabriel Carvalho Médico veterinário / Matsuda Durante o período das águas, o ...