33 pesquisas sobre agropecuária e pesca são apresentadas

A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), em parceria com a Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), promoveu um seminário de avaliação e acompanhamento dos projetos que estão em execução pelo “Programa de Pesquisa e Extensão para o Desenvolvimento Regional em Agricultura, Pecuária, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (PPEDAGRO)” e o “Banco de Projetos”, ambos desenvolvidos pela Fapes junto da Seag.

O evento foi realizado entre os dias 29 e 31 de agosto na sede da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), em Vitória, e contou com a participação dos coordenadores e das equipes dos projetos contratados nas demandas induzidas “03/2022 – Seag/Fapes PPEDAGRO” e “04/2022 – Seag/Fapes Banco de Projetos – Fase II”. Os resultados parciais foram avaliados pelo pesquisador científico do Instituto de Pesca do Estado de São Paulo, Dr. Acácio Ribeiro Gomes Tomás, e pelos pesquisadores da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), Dra. Madelaine Venzon e Dr. Cesar Elias Botelho.

Continua após o anúncio

O diretor Técnico-Científico da Fapes, Celso Saibel, descreveu como de grande importância para o Sistema Estadual da Agricultura os projetos que estão sendo executados. “Observamos que os projetos estão em execução há pouco mais de um ano e já trazem alguns resultados importantes, que poderão auxiliar nas ações de Governo para todo o Sistema de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca do Espírito Santo.  Além disso, temos um grande envolvimento de bolsistas nos estudos científicos que, futuramente, devem fortalecer ainda mais as pesquisas capixabas nesse setor estratégico para nosso Estado e nosso País”, comentou Celso Saibel.

Michel Tesch, subsecretário de Desenvolvimento Rural da Seag, comentou a satisfação de ver os projetos que estão sendo desenvolvidos. “Os investimentos feitos nos estudos representam o compromisso do Governo do Estado com o desenvolvimento regional na agricultura, pecuária, abastecimento, aquicultura e pesca. De certa forma, retrata a importância da ciência, tecnologia e inovação para o setor que é fundamental para a economia do Espírito Santo”, destacou o subsecretário.

SEMINÁRIO – O 1º dia do Seminário, realizado no dia 29 de agosto, foi dedicado aos oito projetos desenvolvidos pelos pesquisadores do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) de Pinheiros, Linhares e Ibiraçu no setor de produção de peixes, moluscos, lagostas e mariscos.  Na parte da tarde, os estudos sobre o peixe da espécie peroá dominou as apresentações dos pesquisadores do Ifes de Piúma.

No dia 30 de agosto, 2º dia de evento, foram apresentados resultados de 13 projetos com temas variados desenvolvidos pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) de Guarapari, Incaper de Vitória e Ifes – Campus Barra de São Francisco, Ibatiba, Itapina, Santa Teresa, Centro-Serrana e Vitória. Os estudos abordaram os temas: plantio de uvas; análise de solo; laboratório de análises de bebidas; produção vegetal; análise econômica das principais culturas agrícolas da região Centro-Serrana; e questões sobre a juventude rural e a sucessão familiar.

O seminário foi encerrado no último dia 31 de agosto com apresentação de 12 projetos que acontecem no Ifes – Campus de Venda Nova do Imigrante, Montanha e Alegre, no Incaper de Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Linhares e Venda Nova do Imigrante, e no Idaf de Iúna, Alegre e Santa Teresa.  As pesquisas estão sendo realizadas nos setores: café, pimenta-do-reino, acerola e mamão; utilização de drone na aplicação de fertilizantes; recuperação de pastagens; e desenvolvimento sustentável da agricultura familiar na microrregião do Caparaó.

Os projetos estão no 1º ano de execução e terão prazo de até mais dois anos para serem concluídos, conforme estabelece o edital no qual foram contemplados. Veja abaixo a programação completa de cada dia do evento.

PPEDAGRO – Pelo “PPEDAGRO” foram contratados 16 projetos em Termo de Cooperação entre a Fapes, Seag e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes), com recursos da Seag de aproximadamente R$ 4,4 milhões. A Execução das pesquisas é coordenada por pesquisadores do Ifes e envolvem 42 bolsistas e 16 coordenadores de projetos. As equipes de pesquisa possuem em torno de 160 membros. 

BANCO DE PROJETOS – Os projetos do “Banco de Projetos – Fase II” concentram estudos voltados para avaliação dos impactos socioeconômicos e ambientais gerados a partir da adoção de tecnologias e do acesso às políticas públicas para o desenvolvimento sustentável da agricultura, pecuária, abastecimento, aquicultura e pesca. 

O programa conta com 74 projetos contratados pela Fapes por Termos de Cooperação entre a Fundação e a Seag e descentralização de 100% dos recursos pela Secretaria, que totalizam mais de R$ 4,4 milhões destinados a Fase II do Edital em que 17 projetos estão em desenvolvimento.

Os estudos são coordenados por pesquisadores e extensionistas do Sistema Estadual da Agricultura que é composto pela Seag, Incaper e Idaf.  Atualmente, estão envolvidos na execução dos projetos 32 bolsistas, 17 coordenadores de projetos e em torno de 254 membros das equipes.

Fonte: Fapes

Últimas notícias

Presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo recebe comitiva da República Tcheca

Na tarde desta terça-feira (28), a Assembleia Legislativa do Espírito Santo recebeu uma ...

Agroindústrias receberão Serviços de Inspeção de consórcios públicos

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) promoverá cerimônia de Integração dos Consórcios ...

Alimentos produzidos por povos indígenas e assentados serão entregues pela Conab

Nesta semana, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) fará duas entregas de alimentos ...

Senac-ES abre três mil vagas gratuitas para cursos à distância em diversas áreas

Foto: Freepik O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Espírito Santo (Senac-ES) está ...

Mais de seis mil garrafas de azeite de oliva falsificado e 28 toneladas de feijão são apreendidas

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) apreendeu 6.031 garrafas de azeite de ...