Agentes comunitários de Marechal Floriano são capacitados sobre influenza aviária

Marechal Floriano foi um dos municípios capixabas que recebeu a Caravana de Educação Sanitária em Defesa Agropecuária, que realizou uma capacitação para agentes de saúde do município, informando sobre as formas de prevenção e características da gripe aviaria e a monilíase do cacaueiro.

A iniciativa é promovida pela Superintendência Federal de Agricultura no Estado do Espírito Santo (SFA-ES) e faz parte do Programa Nacional de Educação Sanitária (Proesa), do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). Ao todo, 10 municípios do Espírito Santo receberam a Caravana.

Anúncio

A ação, realizada no último dia 9, teve início com atividades dinâmicas entre os participantes, com brincadeiras interativas, de forma a abordar o tema de um jeito simples e informar os sintomas e onde notificar os casos de gripe aviária, evitando que a doença se propague, caso ocorra algum caso. Atualmente, Marechal Floriano não possui nenhuma notificação, entretanto, é necessário dar atenção a doença e conhecer as medidas de contenção, bem como prevenção.

Anúncio

A influenza aviária é uma doença viral, altamente transmissível e que circula normalmente em aves silvestres, podendo ser transmitida a todos os tipos de aves. O Ministério da Agricultura e Agropecuária adverte para o risco de contaminação no manuseio de aves doentes e também carcaças sem o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como máscaras e luvas. A notificação de casos suspeitos pode ser realizada no site oficial do e-SISBRAVET, basta acessar o link aqui.

A capacitação foi realizada por uma equipe multiprofissional de vários estados do Brasil, sendo composta, respectivamente, pelo coordenador do Núcleo de Educação Sanitária de Minas Gerais, Cleiton Barbosa Pinto; a coordenadora Setorial de Epidemiologia da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Rio de Janeiro, Liliani Vidal; a bióloga da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Rio de Janeiro, Denize Ker Lima; a representante do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (IDAF), Jordana Plotegher Cruz Albertassi; o fiscal Agropecuário Estadual, Rui de Macedo Chaves Filho e o médico veterinário do IDAF, Fransérgio Rocha de Souza.

“É uma missão da Comitiva orientar todos os agentes de saúde, pois eles possuem contato direto com criadores de aves subsistentes. A prevenção é o melhor caminho para evitar que a gripe aviária se propague no município, assim como ter todas as orientações em relação a doença”, afirmou o secretário de Agricultura de Marechal Floriano, Sérgio Stein.

“A Caravana tem o objetivo de difundir informações e conhecimento para que as pessoas possam identificar possíveis casos de doença e saber notificar os mesmos, para que tenhamos o controle da doença e evitar uma possível propagação. Dessa forma, preservando a economia que provém da avicultura do município, bem como evitando contaminações e preservando a saúde de pessoas e animais”, disse o fiscal agropecuário estadual, Rui de Macedo Chaves Filho.

Texto e fotos: Tricia de Andrade e Kamila Friedrich – Ascom/PMMF

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

ES livre de febre aftosa sem vacinação: saiba os benefícios

Foto: Freepik O Espírito Santo está oficialmente livre da febre aftosa sem vacinação. ...

Lactalis distribui água em supermercados gaúchos

Foto: Carolina Jardine A Lactalis Brasil ganhou um novo apoio para distribuir água ...

Bahia dá início à colheita do algodão safra 2023/2024

Foto: Divulgação As máquinas em campo sinalizam o início da colheita do algodão ...

Família dá até mamadeira para cuidar de filhote de veado encontrado ferido

Foto e vídeo: Divulgação Texto: Julio Huber / Foto: Divulgação Um filhote de ...

Furtas e hortaliças sofrem aumento por conta das fortes chuvas no Rio Grande do Sul

Foto: André Oliveira / MDS A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) trouxe uma ...