Agricultores familiares afetados pela seca podem renegociar financiamentos com bancos

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Por meio de uma resolução, o Banco Central autorizou a renegociação de financiamentos com recursos do Fundo de Terras e da Reforma Agrária (FTRA) para os agricultores familiares que tiveram prejuízos em decorrência de seca ou estiagem.

O ato normativo também altera as regras para contratação das operações de crédito no âmbito do Terra Brasil – Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). Segundo o Ministério da Agricultura , o PNCF é uma política pública federal que possibilita o acesso à terra e a investimentos básicos aos agricultores.

Entre outras coisas, a nova resolução alterou o valor para investimentos básicos e produtivos, que, no âmbito do Fundo de Terras, se encontrava restrito a R$ 27,5 mil. Na nova resolução, houve o aumento desse teto, que, agora pode chegar a 50% do valor total do financiamento por beneficiário.

Segundo o Banco Central, a medida visa permitir maior flexibilidade no planejamento das atividades e os investimentos necessários para viabilizar a aquisição do imóvel rural com o crédito.

Texto: Paulo Oliveira/Brasil 61

Últimas notícias

Mais de 50 soluções tecnológicas disponíveis para o agro em 2021

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio ...

Autorizada exportação de ovos in natura para Argentina e Chile

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) celebrou a dupla autorização de exportações ...

Clima impacta produção da safra verão/21 e especialista aponta como se proteger de mudanças climáticas

A irregularidade das precipitações nos meses de outubro e novembro marcou o início ...

Brasil exporta 11 milhões de sacas de café no primeiro trimestre de 2021

Volume embarcado apresenta evolução de 10,4% no ano civil e aponta para quebra ...

Exportação de solúvel cresce 9,2% na comparação com março de 2020

De acordo com levantamento mensal realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Café ...