Agricultores familiares afetados pela seca podem renegociar financiamentos com bancos

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Por meio de uma resolução, o Banco Central autorizou a renegociação de financiamentos com recursos do Fundo de Terras e da Reforma Agrária (FTRA) para os agricultores familiares que tiveram prejuízos em decorrência de seca ou estiagem.

O ato normativo também altera as regras para contratação das operações de crédito no âmbito do Terra Brasil – Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). Segundo o Ministério da Agricultura , o PNCF é uma política pública federal que possibilita o acesso à terra e a investimentos básicos aos agricultores.

Entre outras coisas, a nova resolução alterou o valor para investimentos básicos e produtivos, que, no âmbito do Fundo de Terras, se encontrava restrito a R$ 27,5 mil. Na nova resolução, houve o aumento desse teto, que, agora pode chegar a 50% do valor total do financiamento por beneficiário.

Segundo o Banco Central, a medida visa permitir maior flexibilidade no planejamento das atividades e os investimentos necessários para viabilizar a aquisição do imóvel rural com o crédito.

Texto: Paulo Oliveira/Brasil 61

Últimas notícias

Nova instrução normativa de bem-estar animal nas granjas brasileiras é tema de evento on-line

A nova instrução normativa (IN 113/2020) que visa as adequações de manejo e ...

Líbia prepara primeira exposição focada em cafés

Evento reunirá produtores, vendedores, representantes de marcas nacionais e regionais, além dos amantes ...

Jerônimo Monteiro realiza primeira Mostra de Café Especial

O município de Jerônimo Monteiro vai realizar a 1ª Mostra de Café Especial. ...

Tradição familiar no agronegócio em evidência na Praça do Papa

A tradição familiar marca o agronegócio capixaba, que, segundo dados do Governo do ...

Ação de fiscalização do Mapa apreende 173 mil litros de bebidas com indícios de fraude

Uma ação de fiscalização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) resultou ...