Agricultores familiares afetados pela seca podem renegociar financiamentos com bancos

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Por meio de uma resolução, o Banco Central autorizou a renegociação de financiamentos com recursos do Fundo de Terras e da Reforma Agrária (FTRA) para os agricultores familiares que tiveram prejuízos em decorrência de seca ou estiagem.

O ato normativo também altera as regras para contratação das operações de crédito no âmbito do Terra Brasil – Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). Segundo o Ministério da Agricultura , o PNCF é uma política pública federal que possibilita o acesso à terra e a investimentos básicos aos agricultores.

Entre outras coisas, a nova resolução alterou o valor para investimentos básicos e produtivos, que, no âmbito do Fundo de Terras, se encontrava restrito a R$ 27,5 mil. Na nova resolução, houve o aumento desse teto, que, agora pode chegar a 50% do valor total do financiamento por beneficiário.

Segundo o Banco Central, a medida visa permitir maior flexibilidade no planejamento das atividades e os investimentos necessários para viabilizar a aquisição do imóvel rural com o crédito.

Texto: Paulo Oliveira/Brasil 61

Últimas notícias

Tratoraço reúne mais de dois mil veículos contra taxação do ICMS

Um tratoraço realizado na manhã de ontem (14), na Avenida Coronel Marcondes, em ...

Valor da Produção Agropecuária de 2020 é o maior da história

Foto: Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil A carne bovina foi um ...

Conab vende mais de 140 mil toneladas de milho para pequenos criadores em 2020

A comercialização de milho dos estoques do governo federal pôde beneficiar mais de ...

Projeto faz reúso de água para produção de alimentos

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) ...

Idaf registra primeira agroindústria de 2021 em Ibitirama

Uma queijaria de Ibitirama foi o primeiro estabelecimento de 2021 registrado junto ao ...