Agronegócio paulista tem superávit de US$ 12 bilhões em 2020

Foto: Julio Huber

O suco de laranja é um dos produtos produzidos e exportados em São Paulo

De janeiro a novembro de 2020, o agronegócio paulista apresentou exportações de US$ 15,82 bilhões, montante 2,5% superior ao verificado em 2019, importações de US$ 3,73 bilhões, (-12,9% em relação ao ano anterior), estes valores resultaram em um superávit de US$ 12,09 bilhões, 23,6% superior ao mesmo período de 2019, informa a Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por meio do Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA).

No mesmo período, as exportações totais do Estado de São Paulo somaram US$ 38,09 bilhões e as importações, US$ 46,87 bilhões, registrando déficit comercial de US$ 8,78 bilhões. O agronegócio foi responsável por 41,5% das exportações, enquanto as importações do setor representaram apenas 8%, destacam Carlos Nabil Ghobril, José Alberto Angelo e Marli Mascarenhas Oliveira, pesquisadores do IEA, enfatizando a importância do segmento para o equilíbrio das contas paulistas.

Os principais grupos nas exportações do agronegócio paulista foram: Complexo Sucroalcooleiro (US$ 5,83 bilhões, sendo que o açúcar representou 84,1% e o álcool, 15,9%), Carnes (US$ 2,09 bilhões, dos quais a carne bovina respondeu por 87,3%), Complexo Soja (US$ 1,90 bilhão), Produtos Florestais (US$ 1,43 bilhão, com participações de 48,9% de papel e 38,6% de celulose) e Sucos (US$ 1,25 bilhão, dos quais 97% são referentes ao suco de laranja). Esses cinco agregados representaram 78,9% das vendas externas setoriais paulistas.

BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA – A balança comercial brasileira registrou superavit de US$ 51,04 bilhões no período de janeiro a novembro de 2020, com exportações de US$ 191,56 bilhões e importações de US$ 140,52 bilhões.

Na análise setorial, as exportações do agronegócio apresentaram alta de 4,9%, alcançando US$ 93,62 bilhões. Já as importações recuaram 6,9% no período, registrando US$ 11,69 bilhões. O superávit do segmento foi de US$ 81,93 bilhões, sendo 6,8% superior na comparação entre janeiro e novembro de 2019.

Para ler o artigo na íntegra, consultar as tabelas e gráficos, e acompanhar o comportamento de cada grupo de produtos, clique aqui.

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Últimas notícias

Agro brasileiro é a solução para mitigar as emissões de carbono e para as mudanças climáticas do país

Foto: Cauê Diniz O Brasil tem tudo: agroambiente, água, floresta e pessoas. Por ...

Cresce o número de fazendas de soja certificada no Brasil

De norte a sul, de leste a oeste, é assim que a Round ...

Na contramão da seca, Cooperativa recupera 52 nascentes

O Projeto Olho D’Água, desenvolvido pela Cooperativa de Produtores Rurais (Coopercitrus), em parceria ...

Semana começa com chuva passageira no litoral e sol entre nuvens no interior capixaba

A semana do capixaba começa com chuva passageira no começo no trecho litorâneo ...

Pesquisadores sistematizam lista de produtos registrados para a cultura do amendoim

Todos os produtos autorizados para a cultura do amendoim reunidos num só lugar ...