Agronegócio paulista tem superávit de US$ 12 bilhões em 2020

Foto: Julio Huber

O suco de laranja é um dos produtos produzidos e exportados em São Paulo

De janeiro a novembro de 2020, o agronegócio paulista apresentou exportações de US$ 15,82 bilhões, montante 2,5% superior ao verificado em 2019, importações de US$ 3,73 bilhões, (-12,9% em relação ao ano anterior), estes valores resultaram em um superávit de US$ 12,09 bilhões, 23,6% superior ao mesmo período de 2019, informa a Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por meio do Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA).

No mesmo período, as exportações totais do Estado de São Paulo somaram US$ 38,09 bilhões e as importações, US$ 46,87 bilhões, registrando déficit comercial de US$ 8,78 bilhões. O agronegócio foi responsável por 41,5% das exportações, enquanto as importações do setor representaram apenas 8%, destacam Carlos Nabil Ghobril, José Alberto Angelo e Marli Mascarenhas Oliveira, pesquisadores do IEA, enfatizando a importância do segmento para o equilíbrio das contas paulistas.

Os principais grupos nas exportações do agronegócio paulista foram: Complexo Sucroalcooleiro (US$ 5,83 bilhões, sendo que o açúcar representou 84,1% e o álcool, 15,9%), Carnes (US$ 2,09 bilhões, dos quais a carne bovina respondeu por 87,3%), Complexo Soja (US$ 1,90 bilhão), Produtos Florestais (US$ 1,43 bilhão, com participações de 48,9% de papel e 38,6% de celulose) e Sucos (US$ 1,25 bilhão, dos quais 97% são referentes ao suco de laranja). Esses cinco agregados representaram 78,9% das vendas externas setoriais paulistas.

BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA – A balança comercial brasileira registrou superavit de US$ 51,04 bilhões no período de janeiro a novembro de 2020, com exportações de US$ 191,56 bilhões e importações de US$ 140,52 bilhões.

Na análise setorial, as exportações do agronegócio apresentaram alta de 4,9%, alcançando US$ 93,62 bilhões. Já as importações recuaram 6,9% no período, registrando US$ 11,69 bilhões. O superávit do segmento foi de US$ 81,93 bilhões, sendo 6,8% superior na comparação entre janeiro e novembro de 2019.

Para ler o artigo na íntegra, consultar as tabelas e gráficos, e acompanhar o comportamento de cada grupo de produtos, clique aqui.

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Últimas notícias

Definidas condições para liberação de linha de crédito para cafeicultores atingidos por geadas

O Voto será submetido ao Conselho Monetário Nacional, para em seguida disponibilizar essa ...

Congresso das Mulheres do Agronegócio terá debate sobre “Bioeconomia” e a relação entre o progresso econômico e o meio-ambiente

Mesa-redonda reunirá representantes de diferentes elos da cadeia produtiva para discutir os melhores ...

Exportações do agronegócio batem recorde para setembro, com US$ 10,1 bilhões

O complexo soja e as carnes foram destaques nas exportações do mês, registrando ...

Lançadas as primeiras variedades de batata coloridas do Brasil

Chegam ao mercado nacional as primeiras variedades de batata coloridas desenvolvidas no Brasil ...

Cooperativa lança plataforma com o maior acervo digital do agro

A Cooperativa de Produtores Rurais (Coopercitrus) coloca no ar hoje (15), a maior ...