Altas temperaturas preocupam produtores rurais e especialistas

Foto: Freepik

Tradicionalmente conhecido pela rica produção agrícola, o Brasil pode enfrentar em breve um cenário desafiador: as altas temperaturas que afetam as regiões representam uma ameaça à safra e aos produtores rurais.

Anúncio

A previsão é que as temperaturas ultrapassem até 5 °C acima da média, o que pode afetar diretamente a renda dos produtores rurais, impactando também a economia. De acordo com o engenheiro agrônomo e diretor da Hydra Irrigações, Elídio Torezani, este calor intenso pode causar grandes prejuízos ao crescimento e desenvolvimento dos grãos.

Anúncio

“Temperaturas extremas como as que estamos vivenciando não são compatíveis com os processos fisiológicos vegetais. Nesses momentos, a capacidade de reposição hídrica das plantas é extrapolada. Elas entram em uma situação de descompensação, murcham e paralisam as atividades de crescimento. Dessa forma, as plantas exercem somente a respiração, o que as faz consumir, assim, as suas reservas. O resultado disso é o decréscimo de produtividade, a perda da qualidade do produto final e prejuízo financeiro”, afirma.

Segundo o especialista, mesmo com irrigação, é necessário ter planejamento e manejos adequados para evitar o desperdício de água e garantir a sustentabilidade. “É fundamental que os produtores se orientem a respeito das tecnologias disponíveis a fim de minimizar o efeito de eventos causados pelas condições térmicas”, conclui Torezani.

PROTEÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO – Segundo Elídio, existem diversas maneiras de amenizar os impactos causados. Algumas delas são:

  •  Planejamento estratégico: o uso de tecnologias e da adoção de práticas sustentáveis, como a preservação da água, precisam acontecer;
  •    Conservação do solo e cultivo com maior cobertura vegetal;
  •   No caso das plantações de café, orientar as linhas de plantio em direção às curvas de nível do terreno, em cultivos feitos em áreas acidentadas;
  •  Adotar medidas que estruturem e controlem a umidade do solo. Sistemas de irrigação bem manejados podem propiciar alta produtividade com consumo de água reduzido;
  • Realizar a revisão e manutenção preventiva dos equipamentos de irrigação.

O engenheiro ainda chama a atenção para a importância da união de esforços e busca coletiva por soluções. “A sensibilização por parte da sociedade é essencial para enfrentar os desafios climáticos. Todos precisam ter responsabilidade coletiva e cooperar em prol do engajamento em práticas sustentáveis para conquistar um futuro mais sustentável”, finaliza Torezani.

Fonte: Vera Caser Comunicação

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Campeonato Brasileiro de Blends de Café será realizado no São Paulo Coffee Festival

Foto: Freepik A Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC) realizará a etapa ...

Equipes coletam dados para nova pesquisa da Conab da safra brasileira de grãos

Foto: iStock Farmer handful of harvested corn kernels from the heap loaded into ...

Comidas típicas da festa junina contam com 36% de impostos no preço final

Foto: Julio Huber A chegada das festas juninas costuma ser motivo de alegria ...

Capixaba é eleito o melhor criador e expositor na Megaleite 2024 na categoria CCG 1/2 Hol + 1/2 Gir

Encerrada a 19ª edição da Megaleite no último sábado (15), a Associação Brasileira ...

Equipamento promete secagem de cafés especiais em menos de 24 horas

Tecnologia desenvolvida pela Dryeration, foi testada e aprovada por produtores da Alta Mogiana ...