Após onça atacar porca, Ibama orienta moradores e garante que equipe irá ao local

Fotos: Divulgação

Julio Huber

Anúncio

Após o ataque de uma onça a uma porquinha no sítio do produtor de orgânicos Willian Volkers Thomas, 37 anos, na região de Boqueirão do Thomas, em Biriricas, interior de Domingos Martins, os moradores da região estão apreensivos e preocupados que a onça volte a atacar.

Anúncio

Willian garantiu que a porca apelidada de Tuty foi atacada por uma onça-pintada, na noite do último domingo (04). “Quando fui ver porque a porquinha estava gritando, vi uma onça-pintada agarrada no focinho dela. O local estava iluminado e tenho certeza que era uma onça-pintada. Ela fugiu quando eu gritei”, relatou o produtor rural.

Ele contou que os moradores estão apreensivos e não estão deixando as crianças sozinhas. “Não sabemos se ela pode voltar com fome e atacar novamente. Nenhum órgão ambiental veio até aqui ainda”, lamentou Willian. A assessoria de imprensa do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) disse que equipes devem ir ao local, na próxima semana, para tentar confirmar a espécie da onça que atacou o animal.

A porquinha Tuty era o xodó da família e era criada com alimentos colhidos na propriedade

“Uma pessoa do Ibama entrou em contato comigo e pediu para eu congelar a cabeça da porquinha, porque eles só podem vir até a minha propriedade na semana que vem. Eu tentei encontrar pegadas da onça, mas como é uma região de mata, não tem local de terra pra ficar a pegada dela. Enquanto isso, estamos apreensivos e com medo dela voltar”, disse o produtor rural.

A assessoria de imprensa do Ibama informou que para colher mais evidências, equipes visitam os locais para verificar as características da criação que foi atacada, as marcas da predação, pegadas, etc. “Para saber o tipo de onça, importante esclarecer que a identificação sem imagens do animal feita por alguma câmera escondida é tarefa bastante complexa. Portanto, caso as pessoas registrem imagens das pegadas e do animal, essas devem ser encaminhadas para avaliação”, orientou o órgão ambiental.

A assessoria do Ibama ainda disse que ataques a animais domésticos não são incomuns, tendo em vista que muitas propriedades rurais mantém os sistemas para criação animal próximos a áreas de floresta e/ou sem adotar medidas que possam reduzir os riscos de ataque de grandes felinos e outros predadores.

No caso do ataque à porquinha, o chiqueiro está próximo a uma floresta, a menos de 10 metros da casa do produtor rural. “Também são frequentes os ataques realizados por cães domésticos asselvajados, tendo em vista que muitas pessoas criam esses animais sem os devidos cuidados, permitindo livre acesso a áreas naturais”, acrescentou o Ibama. 

A onça entrou no chiqueiro e atacou a porquinha na noite do último domingo (04)

Ainda segundo o órgão ambiental federal, na região de Domingos Martins não há relatos recentes de ataques realizados por onças-pintadas. O último registro foi em 1993. Entretanto, há registro de conflitos em outra região do Estado.

ORIENTAÇÕES – Independentemente do tipo de onça que atacou a porquinha Tuty, as orientações são as mesmas. O Ibama listou algumas das ações que o cidadão deve fazer ao se deparar com uma onça.

  • Mantenha a calma e dê espaço para o animal escapar. Se ela não correr, não se aproxime e não dê as costas ao animal. Nunca corra de uma onça, pois isso pode estimular seu instinto natural de caça;
  • Sem tirar os olhos da onça, fale alto (não gritando) e firme. Faça o que puder para parecer grande. Levante os braços ou abra seu casaco, porém sem movimentos bruscos. Caminhe para trás lentamente, até chegar a uma certa distância em que você possa seguir seu caminho. A onça provavelmente fará o mesmo;
  • Se estiver acompanhado de criança, pegue-a no colo para evitar que a mesma saia correndo, ou coloque-a atrás de você.

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Nater Coop anuncia investimento de 8 milhões em novas estruturas de armazém de café no ES

Foto: Divulgação O volume de movimentação chegará a aproximadamente 75 mil sacas por ...

Agronegócio bate recorde de exportações em abril, com US$ 15,24 bilhões

O resultado correspondeu a 49,3% das exportações totais do Brasil Com valor recorde, ...

Sicoob inova experiência com cashback no Super App 

O Sicoob lançou a nova funcionalidade de cashback no Super App. Através do ...

Exportação de café em abril rende a maior receita da história registrada em um mês

Foto: Julio Huber O Brasil exportou 4,222 milhões de sacas de 60 kg ...

Socol pode se tornar patrimônio cultural no Espírito Santo

Foto: Gabriel Lordelo/Divulgação O socol, produto embutido exclusivo de Venda Nova do Imigrante, ...