Arranjos Produtivos: Vargem Alta é palco do primeiro dia de campo

Fotos Bruno Fritz

Iniciativa da Assembleia Legislativa em parceria com o governo do ES capacita agricultores familiares em 23 municípios capixabas

Na última quarta-feira (24), agricultores de sete municípios participaram da primeira edição do Dia de Campo, que marca o início da segunda etapa do Projeto dos Arranjos Produtivos. A iniciativa, promovida pela Assembleia Legislativa em parceria com o governo do Espírito Santo, visa capacitar agricultores familiares em 23 municípios capixabas, estimulando a diversificação de suas atividades agrícolas e proporcionando novas oportunidades.

Anúncio

A coordenação do projeto está a cargo da Casa dos Municípios da Assembleia, e a aula prática realizada hoje abordou temas cruciais para o cultivo da uva, incluindo plantio, poda e beneficiamento. A experiência aconteceu nas instalações da empresa MD Frutos da Terra, reconhecida pela produção de uva e vinho provenientes de suas plantações.

Anúncio

O deputado Marcelo Santos, presidente da Assembleia, destacou a importância da segunda etapa do Projeto dos Arranjos Produtivos. “Após identificarmos o desejo dos agricultores em diversificar suas plantações e explorar novas oportunidades, nossos técnicos realizaram um levantamento nas propriedades, fornecendo todo o conhecimento necessário para que possam iniciar uma nova atividade, produzindo mais e melhor para garantir o aumento da renda familiar.”

A participação neste primeiro Dia de Campo contou com agricultores dos municípios de Vargem Alta, Itapemirim, Piúma, Brejetuba, Anchieta, Colatina e Jerônimo Monteiro. A troca de experiências e a aprendizagem prática foram pontos destacados pelos participantes.

A próxima edição do Dia de Campo está programada para o dia 2 de fevereiro, no município de Nova Venécia. Importante ressaltar que toda a capacitação oferecida é gratuita, e ao final do programa, os agricultores receberão as mudas necessárias para iniciar seus plantios.
“Essa iniciativa visa não apenas fortalecer o setor agrícola, principalmente a agricultura de base familiar, mas também promover o desenvolvimento sustentável e a melhoria das condições de vida de homens e mulheres do campo”, ressaltou o presidente da Assembleia, deputado Marcelo Santos.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Consumo de café solúvel cresce 5,3% no trimestre

Setor vem em expansão desde 2016; avanço reflete investimentos em qualidade, diversidade, formação ...

ES+Café irá promover imersão no universo da cafeicultura capixaba

A Feira ES+Café irá promover uma verdadeira imersão no universo da cafeicultura capixaba ...

Projeto entrega novas barracas a feirantes de Vitória

Foto: Marcos Salles Entrega das novas barracas das Feiras Livre Os feirantes que ...

Como plantar mais café em espaço reduzido?

O pesquisador do Incaper, Paulo Sérgio Volpi, destacou que o jardim clonal superadensado ...

Parceria estratégica do Sistema OCB busca fortalecer cadeia de lácteos

Foto: Reprodução / Sistema OCB Unidade nacional se reuniu com Conselho dos Exportadores ...