Atividades turísticas crescem 34,5% em 2022

Foto: Marco Ankosqui/Mtur Destinos

Alta foi apontada pelo Índice de Atividades Turísticas do IBGE e leva em consideração o acumulado do ano em relação a 2021. Análise também mostrou aumento de 16,1% no comparativo entre outubro deste ano e do ano passado

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de outubro de 2022 aponta um aumento no agregado especial de atividades turísticas no Brasil: o acumulado de 2022 cresceu 34,5% frente a igual período de 2021. Além disso, os números também mostram aumento de 16,1% na comparação entre os meses de outubro de 2022 e 2021, configurando a 19ª taxa positiva seguida para o setor turístico.

Anúncio

O dado positivo foi impulsionado principalmente pelo aumento na receita de empresas que atuam nos ramos de locação de automóveis; restaurantes; transporte aéreo; serviços de bufê; rodoviário coletivo de passageiros; e hotéis.

Anúncio

Das 12 unidades da federação onde o indicador foi investigado em outubro (Ceará, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás e Distrito Federal), os números mostraram avanço nos serviços voltados ao turismo, com destaque para São Paulo (23,5%), Minas Gerais (32,0%), Bahia (11,6%), Santa Catarina (19,6%), Paraná (14,4%) e Rio de Janeiro (4,7%).

Já para os dados do acumulado de 2022, houve altas nos doze locais investigados, com destaque para São Paulo (41,9%), Minas Gerais (55,3%), Rio de Janeiro (17,6%), Rio Grande do Sul (43,3%) e Bahia (28,7%).

SETEMBRO – No mês de setembro de 2022, o índice de atividades turísticas havia crescido 0,4% frente ao mês imediatamente anterior, período em que acumulou um ganho de 3,2%. Em setembro, o segmento de turismo se encontrou 0,7% acima do patamar de fevereiro de 2020 e 6,7% abaixo do ponto mais alto da série, alcançado em fevereiro de 2014.

Os dados de setembro de 2022 foram maiores quando comparados a outubro deste ano, quando o índice de atividades turísticas apontou retração de 2,8% frente ao mês anterior.

Em termos regionais, todas as 12 unidades da federação onde o indicador é investigado mostraram avanço nos serviços de turismo, com destaque para São Paulo (34,3%), Minas Gerais (33,6%), Rio de Janeiro (10,9%), Paraná (20,5%) e Rio Grande do Sul (20,0%).

PMS – A Pesquisa Mensal de Serviços produz indicadores que permitem acompanhar o comportamento conjuntural do setor de serviços no país, investigando a receita bruta de serviços nas empresas formalmente constituídas, com 20 ou mais pessoas ocupadas, que desempenham como principal atividade um serviço não financeiro, excluídas as áreas de saúde e educação. Há resultados para o Brasil e todas as unidades da federação.

Fonte: Ministério do Turismo

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Nater Coop anuncia investimento de 8 milhões em novas estruturas de armazém de café no ES

Foto: Divulgação O volume de movimentação chegará a aproximadamente 75 mil sacas por ...

Agronegócio bate recorde de exportações em abril, com US$ 15,24 bilhões

O resultado correspondeu a 49,3% das exportações totais do Brasil Com valor recorde, ...

Sicoob inova experiência com cashback no Super App 

O Sicoob lançou a nova funcionalidade de cashback no Super App. Através do ...

Exportação de café em abril rende a maior receita da história registrada em um mês

Foto: Julio Huber O Brasil exportou 4,222 milhões de sacas de 60 kg ...

Socol pode se tornar patrimônio cultural no Espírito Santo

Foto: Gabriel Lordelo/Divulgação O socol, produto embutido exclusivo de Venda Nova do Imigrante, ...