Avanço dos defensivos biodirigidos será apresentado no Congresso da ANDAV 2023

Empresa referência em melhoramento genético, pesquisa e desenvolvimento de biotecnologias investe em produtos mais sustentáveis

Um portifólio de tecnologias com mais de 20 anos dedicados ao melhoramento genético de plantas, pesquisa e desenvolvimento de biotecnologias sustentáveis, como os defensivos biológicos e biodirigidos será apresentado pela Sempre AgTech, nos dias 8, 9, e 10 de agosto, durante a realização do 12º congresso ANDAV (Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários), que acontece no Transamerica Expo Center, em São Paulo. “O congresso da ANDAV reúne os principais agentes do sistema de distribuição de insumos agropecuários do Brasil, sendo uma importante oportunidade para apresentar a esse público toda nossa tecnologia voltada a uma agricultura mais moderna e sustentável”, destaca José Marcio Sutil, vice-presidente da Sempre AgTech.

Com sede em Chapecó (SC), a empresa 100% brasileira está presente em todos os estados de importância agrícola do país, tendo uma sua indústria de produção de sementes em Santa Helena de Goiás, bem como, um centro de pesquisa na mesma cidade e outro em Toledo PR. No início deste ano a nasceu a WIN, que assume a responsabilidade por ser o braço de inovação e pesquisa do grupo. Está em fase de instalação como um Centro de Referência em Tecnologia dentro do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), na capital paulista. A unidade recebeu, ao todo, mais de R$ 50 milhões em investimento.

Anúncio

No segmento de biológicos, a WIN tem feito pesquisa e desenvolvimento de soluções em conjunto com parceiros comerciais e instituições como a Embrapa e Esalq. A avaliação é de que, desta forma, será possível levar novos produtos para o mercado mais rapidamente e chegar a um número maior de produtores rurais.

Anúncio

Os produtos que estão em desenvolvimento pela WIN, atualmente, seguem três linhas: proteção de cultivos, tolerância a estresses biótico e abióticos e eficiência no uso de nutrientes, com principal foco para o nitrogênio, gerando impactos altamente positivos e diretos na agricultura tropical.

TECNOLOGIA – O foco da empresa é a pesquisa e desenvolvimento de defensivos biodirigidos mais sustentáveis (eco-friendly), baseados na tecnologia de RNA interference (RNAi).
O método, conhecido como RNA interferente (RNAi) para sementes de milho e soja é um mecanismo natural responsável pelo silenciamento gênico que atua sobre o RNA mensageiro (mRNA). Para uso agrícola, essa tecnologia é programada para inativar genes específicos em plantas daninhas, insetos-praga e doenças, associados a processos essenciais à sua sobrevivência.

De acordo com o executivo, este método inovador trará benefícios de atuar somente nos alvos desejados, trazendo grande benefícios a sustentabilidade e biodiversidade. “Dessa forma o agricultor poderá controlar em sua lavoura o ataque de insetos, fungos e demais pragas que podem afetar a produtividade de forma sustentável”, diz Sutil.

Fonte: AgroUrbano

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Nater Coop anuncia investimento de 8 milhões em novas estruturas de armazém de café no ES

Foto: Divulgação O volume de movimentação chegará a aproximadamente 75 mil sacas por ...

Agronegócio bate recorde de exportações em abril, com US$ 15,24 bilhões

O resultado correspondeu a 49,3% das exportações totais do Brasil Com valor recorde, ...

Sicoob inova experiência com cashback no Super App 

O Sicoob lançou a nova funcionalidade de cashback no Super App. Através do ...

Exportação de café em abril rende a maior receita da história registrada em um mês

Foto: Julio Huber O Brasil exportou 4,222 milhões de sacas de 60 kg ...

Socol pode se tornar patrimônio cultural no Espírito Santo

Foto: Gabriel Lordelo/Divulgação O socol, produto embutido exclusivo de Venda Nova do Imigrante, ...