Avicultores e suinocultores debatem sobre mercado e as perspectivas sobre o milho

Os debates sobre o setor insumos para aves e suínos, desta vez com foco no milho, tiveram sequência na última semana, com a realização do webinar “Milho: informações sobre a produção e as perspectivas do mercado”. O evento foi promovido pela Associação dos Avicultores do Estado do Espírito Santo (Aves) e pela Associação de Suinocultores do Espírito Santo (Ases), com apoio da Sara Corretora.

Contando com a participação de mais de 60 associados das duas entidades e de profissionais do setor, o encontro on-line teve em sua programação as apresentações do analista de mercado da empresa Pátria Agronegócios, em Goiás, Cristiano Palavro, e do engenheiro agrônomo com mestrado em Fitotecnia e produtor de grãos no cerrado brasileiro, Raul Machado de Lima.

Abrindo a série de explanações, Cristiano falou sobre a chegada dos chineses no mercado mundial de importações de milho, destacou a influência do clima na produção mundial do insumo e resumiu a situação dos estoques de milho no Brasil e no mundo. 

“Desde de 2016 nós vemos que os estoques globais vêm diminuindo e a produção nos últimos cinco anos não conseguiu superar a demanda, o que retirou os estoques da casa dos 350 milhões de toneladas para a faixa de 283 milhões toneladas, com a perspectiva de apenas 9 milhões de expansão entre 2021 e 2022”, explicou o analista de mercado da empresa Pátria Agronegócios.

Na sequência, Raul Machado apresentou um panorama sobre a segunda safra de milho deste ano no país, falou sobre os problemas que o mercado nacional vem enfrentando no cultivo de milho safra e safrinha, enfatizou as estratégias futuras que o setor produtivo do insumo vem traçando e deixou uma mensagem para os produtores participantes.

“Uso deste espaço para apresentar uma visão sincera aos avicultores e suinocultores participantes de que a agricultura sempre foi assim, vivendo de ciclos bons e ruins, mas é importante dizer que nós produtores somos persistentes e sabemos superar as dificuldades”, acentuou o produtor de grãos do cerrado brasileiro.

Também participaram do evento o assistente comercial/administrativo da Multigrãos Comercialização de Cereais, Gustavo Martini, e o proprietário da Sara Corretora, José Ilson. Esse último salientou a importância do webinar.

“Esse evento foi mais uma oportunidade para levarmos informações para os nossos clientes, com profissionais de grande valia que estão ligados aos mercados de diferentes regiões do país”, destacou José Ilson.

Mediando as apresentações do encontro virtual, o diretor executivo da AVES e ASES, Nélio Hand, enfatizou a importância de mais um evento promovido pelas duas associações, que foi voltado para o mercado de insumos.

“Estamos atentos e acompanhando essa realidade que traz custos elevados para os setores de proteína animal e que necessitam do milho e da soja para manterem sua produção. Como entidades representativas desses dois importantes setores capixabas, queremos que o nosso associado esteja cada vez mais próximo do setor produtivo de grãos, não só para ter conhecimento dessa realidade apresentada, mas também com o entendimento de que as parcerias também podem ser importantes meios de precaução e garantia de abastecimento”, finalizou Nélio.

Fonte: Aves e Ases

Últimas notícias

Tema da Semana Internacional do Café 2021 é “retomar, reencontrar, reconectar”

Depois de uma edição 100% digital histórica em 2020, a Semana Internacional do ...

Especialistas irão falar sobre a onda de títulos verdes no Brasil

A nova onda de títulos verdes que se espalha pelo setor do agro ...

Programa de treinamento para mulheres em café é lançado no Espírito Santo

Começou, na última terça-feira (19), o primeiro curso do Programa de Treinamento em ...

Aberta consulta pública para melhorias dos requisitos de identidade e qualidade do presunto

As alterações propostas são aplicáveis ao presunto produzido em estabelecimento com SIF, buscam ...