Barista de São Paulo é o novo campeão brasileiro de Latte Art

Foto: BSCA

Unir brasilidade e família. Foi assim que Jota de Paula, do Jardim do Café, de São José dos Campos (SP), sagrou-se o mais novo vencedor do Campeonato Brasileiro de Latte Art, realizado, pela primeira vez em Brasília (DF), no Mercado do Café, de 22 a 24 de março, como ação do projeto “Brazil. The Coffee Nation”, desenvolvido pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil). Ele representará o país no mundial da categoria, que ocorrerá em junho, em Copenhague, na Dinamarca.

Anúncio

“Minha ideia foi trazer algo de referência do Brasil, por isso adicionei os animais das notas de nossa moeda, do nosso real. Comecei a desenvolver os desenhos e a história. Trouxe minha família ao roteiro, porque minha família é minha base. O resultado foi muito bacana, pois, além da preparação, também tem o dia a dia, tem trabalho, família. Na última semana, principalmente, foi treinamento intensivo pela manhã e pela noite, antes e depois dos compromissos”, revela Jota, que, nesse período, fez um “intensivão diário” pensando na competição.

Anúncio

Ele completa que ter a BSCA e a ApexBrasil na organização dos Campeonatos Brasileiros de Barismo é fundamental para os profissionais baristas, servindo de apoio e incentivo para uma capacitação constante.

“Toda essa estrutura organizacional é um grande apoio a nós, pois são essas entidades que proporcionam isso tudo. Sem BSCA e ApexBrasil, a gente, os baristas brasileiros, não teríamos esse reconhecimento e não poderíamos ir mundo afora mostrar o nosso trabalho e sermos embaixadores dos cafés do Brasil em cada categoria, lembrando que a gente é o maior produtor e o maior exportador de café do mundo, com muita responsabilidade socioambiental na produção”, atesta.

O hedge judge do campeonato, Sebastian De Rodt, da World Coffee Events (WCE), relata que o Brasil vem, ano a ano, aumentando o patamar nas competições de barismo. “A competição foi marcante, acirrada, sendo muito difícil definir os finalistas e, claro, o campeão. Vai subindo o nível e sempre é complicado, mas se percebe que o setor vem crescendo, que está próximo do máximo alcançado, pois (o país) já tem um campeão mundial de barista, um terceiro colocado em Brewers Cup, uma vice-campeã de Latte Art, um finalista de Cup Tasters… enfim, o Brasil teve finalistas em diferentes especialidades”, comenta.

Ainda de acordo com ele, o fato de o Brasil realizar praticamente todos os campeonatos de barismo existentes, por meio do projeto desenvolvido por BSCA e ApexBrasil, faz muito bem à comunidade cafeeira nacional e ao segmento dos baristas.

“Os brasileiros têm à disposição praticamente todos os campeonatos de barismo, sendo um dos poucos países que fazem isso em todo o mundo. Acredito que a comunidade e os competidores começaram a apreciar e a compartilhar entre si. E compartilhar conhecimento os faz crescer como um todo, em conjunto”, complementa De Rodt.

“De fato, o nível das apresentações, dos baristas da competição, foi sensacional. Dá-nos muito orgulho ver o quanto nossos baristas estão em constante evolução, galgando e conquistando seus espaços no cenário mundial, levando a imagem, a história e todo o aspecto sustentável e qualitativo dos cafés do Brasil aos quatro cantos do mundo. Definitivamente, estamos no caminho correto”, celebra Vinicius Estrela, diretor executivo da BSCA.

Completando o disputado pódio do Campeonato Brasileiro de Latte Art, que define os melhores baristas do país na arte de desenhar com leite vaporizado no café espresso, vêm o vice-campeão Tiago Rocha, de Curitiba (PR), e o terceiro colocado Eduardo Olímpio, de São Paulo (SP), campeão em 2023.

A quarta posição ficou com Gabriel Duarte Zanotelli, de Porto Alegre (RS); Ramon Dallabona, de Curitiba (PR), no quinto lugar; e Elves Albino, de João Pessoa (PA), como sexto melhor barista de Latte Art do Brasil neste ano, que formaram a lista dos finalistas da competição.

O campeonato teve como empresa anfitriã a Puro Manifesto, sendo realizado no Mercado do Café. O leite oficial, pela primeira vez na história, foi vegetal, à base de aveia, sendo fornecido pela patrocinadora Nude. Já o equipamento oficial foi da Grancoffee. O patrocínio prata veio da DaVinci e os apoios vieram da Ernesto Cafés Especiais (café da competição), Achega Café (técnico) e Revista Espresso (mídia).

CAMPEONATOS BRASILEIROS DE BARISMO – Desde 2016, a BSCA é National Body no Brasil da World Coffee Events, entidade organizadora do World Barista Championship (WBC) e detentora dos direitos de competição em todo o mundo. Essa condição concede à Associação o direito de realizar as etapas classificatórias das competições mundiais, que levam os campeões brasileiros para a fase final dos certames internacionais nas suas sete modalidades: Barista, Latte Art, Brewers Cup, Coffee in Good Spirits, Cup Tasters, Roasters e Cezve Ibrik (café turco) – não realizado no Brasil.

Fonte: BSCA

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Estudo procura ferramentas para ajudar cafeicultores do ES no combate à ferrugem

Foto: Acervo da Pesquisa Uma pesquisa da Ufes está criando um sistema para ...

Dois novos cursos de doutorado aprovados na Ufes em Alegre e Maruípe

A Capes aprovou dois novos cursos de doutorado na Ufes, um em Nutrição ...

Exportações do agro do Espírito Santo crescem 83% no primeiro semestre de 2024

Foto: Freepik Nos primeiros cinco meses de 2024, o agronegócio do Espírito Santo ...

Casos suspeitos de doença de Newcastle na zona de proteção são descartados no Rio Grande do Sul

Foto: Freepik Três casos suspeitos de doença de Newcastle (DNC) foram descartados após ...

Feira de Agronegócios Cooabriel tem projeção milionária de negócios

Foto: Cooabriel A Feira de Agronegócios da Cooabriel, realizada pela cooperativa e considerada ...