Boa gestão de fazenda é importante em todas as etapas de produção

Foto: Julio Huber

É comum ouvir falar sobre fazendas, mas curiosamente, a maioria das pessoas não sabem como funciona cuidar desse local. Para além dos animais e plantações, a propriedade rural é uma empresa a céu aberto, portanto os cuidados são inúmeros, como verificar se está cumprindo todas as leis ambientais e se tem pagado todos os impostos e taxas. Este tipo de atividade envolve muito esforço, e tarefas das quais nenhum gerente responsável pode ignorar. 

Anúncio

Gilson Silverio da Silva, professor e coordenador do curso de Engenharia Agronômica da Universidade de Franca (Unifran), instituição pertencente ao grupo Cruzeiro do Sul Educacional, destaca que, para cuidar de uma fazenda, dentro da porteira é preciso administrar desde a entrada de insumos até o cultivo das culturas, assim como a criação dos animais. 

Anúncio

“O produtor pode começar realizando um planejamento com o objetivo de explorar alguma cultura ou animal que possa adaptar-se mais as condições do solo e do clima da região a qual a propriedade está localizada”, sugere.

ETAPAS – O planejamento é fundamental, pois as tomadas de decisões serão baseadas nas informações obtidas a partir do planejamento das principais etapas: como no caso da criação dos animais será necessário escolher a espécie e a raça que se adaptam as condições do solo, da topografia do terreno e o clima da região em que a propriedade se localiza.

Depois é verificado se há disponibilidade de água e alimento suficiente para atender a demanda dos animais, dimensionar as instalações zootécnicas necessárias para realizar os principais manejos dos animais, como currais, barracões e cochos, mas também dimensionar o armazenamento dos alimentos. 

As etapas no caso da implantação das culturas estão ligadas a escolha das espécies e suas respectivas cultivares que melhor se adaptam as condições do clima da região, do solo e da topografia do terreno da propriedade. 

Características necessárias para um local ser considerado uma Fazenda

Uma fazenda deve ter boa localização, estar próximo a áreas urbanas, porém, se possível não estarem localizadas dentro das cidades e ter boas estradas que ofereçam o melhor acesso possível para receber insumos e escoar a produção;

Ter no mínimo uma fonte de água dentro da propriedade, com capacidade para abastecer o consumo humano e dos animais, e caso haja grande volume de água disponível na propriedade, as culturas plantadas poderão ser irrigadas;

Verificar se a propriedade está respeitando as leis do país e que não esteja com passivos ambientais e nem esteja dentro de reservas indígenas. 

A engenharia agronômica relaciona-se com a criação e cuidado de uma fazenda na orientação em todas as etapas que envolvem o planejamento, o orçamento, a instalação, a execução, o andamento da criação e das culturas, até a comercialização. 

“O profissional pode colaborar em todas as etapas da produção da propriedade rural, contudo, o produtor tem autonomia e o engenheiro agrônomo tem que ter consciência que o seu papel é oferecer as mais diversas orientações, mas sempre oferecendo as melhores opções para que o empreendimento do produtor seja economicamente, socialmente e ambientalmente sustentável e viável”, ressalta Gilson Silverio da Silva, professor e coordenador do curso de Engenharia Agronômica da UNIFRAN. 

O orçamento é resultado de uma pesquisa prévia de todos os fluxos financeiros envolvidos no projeto (receitas, despesas e investimentos). Ele é elaborado caso a caso. “O ano safra ou ano agrícola de uma cultura poderá ser planejado, com base nas informações obtidas e assim ter conhecimento do custo total necessário para produzir e garantir que todas as despesas sejam pagas durante o novo ano agrícola”, explica o docente da Universidade de Franca. 

O gerenciamento da evolução da lavoura em tempo real ainda é uma novidade e, portanto, não é feito por todos os produtores, e quando é feita ainda depende da presença de pessoas para realizar os levantamentos enviando informações para um banco de dados em tempo real. 

“No entanto, já é possível, com a utilização de softwares conectados por internet 5G aos drones e também com sensores em estações agrometeorológicas instaladas em alguns setores da fazenda entre os talhões das culturas que podem enviar informações em tempo real sobre as condições da evolução da cultura, de incidência de pragas, doenças e plantas daninhas, bem como dados agrometeorológicos como precipitação, a temperatura e umidade relativa durante o monitoramento da lavoura em tempo real”, destaca Gilson. 

Por fim, o professor salienta que, a manutenção de todo o maquinário da fazenda é fundamental. “A agropecuária independente do modelo que for praticada, os tratores, os implementos e as colhedoras são muito importantes para que as operações sejam feitas da melhor forma possível e sejam realizadas no período adequado para cada operação”, explica.

Fonte: XCOM

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Festival gastronômico celebra cultura capixaba com o Fest Torta em Vitória

Neste sábado (20) e domingo (21), no bairro Jesus de Nazareth, em Vitória, ...

Espírito Santo vai receber primeira Usina de Biometano para uso industrial e residencial

Foto: Hélio Filho/Secom Em um passo histórico rumo à sustentabilidade, o Espírito Santo ...

Valor bruto da produção ultrapassa R$ 1,14 trilhão em março

Soja, milho, Cana-de-açúcar, café e laranja foram responsáveis por 52% do valor total ...

Nater Coop premia startups em Programa de Inovação Aberta

Foto: Bruno Faustino Ao longo de 2023, a cooperativa impulsionou a inovação lançando ...

ES firma acordo para ampliar alcance de frutas e especiarias capixabas no mercado internacional

As frutas e especiarias produzidas no Espírito Santo ganharão ainda mais reconhecimento internacional, ...