Brasil tem a segunda maior frota de aviões agrícolas do mundo

Foto: Divulgação/Taranis

O agronegócio é um dos principais pilares na economia brasileira, atingindo em 2022 o Valor Bruto da Produção de R$ 1,189 trilhão. Que as terras brasileiras geram muitas riquezas e possibilidades, todo mundo já sabe, porém, pouco é falado sobre as inúmeras oportunidades que o setor também oferece quando se olha para cima, principalmente quando o assunto é monitoramento aéreo de lavouras.

Anúncio

Com o objetivo de apresentar aos interessados em empreender no ramo de aviação agrícola, novas opções de ganhos financeiros e diversificação de seus negócios, a multinacional Taranis, plataforma líder mundial de monitoramento de precisão com inteligência artificial, realiza no dia 1° de março, a partir das 18h, o Webinar gratuito que marcará o lançamento do programa “Novos Ares”.

Anúncio

Segundo dados do último ano, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o Brasil conta com uma frota de 2.409 aviões agrícolas. Com esse número, o país mantém a posição de segunda maior força aérea agrícola do planeta, atrás apenas dos Estados Unidos (que tem mais de 3,6 mil aeronaves) e à frente, por exemplo, da Argentina, Austrália, Canadá, Costa Rica e Nova Zelândia.

Embora os brasileiros estejam em posição de destaque mundial, há ainda muito espaço para crescimento do setor. É o que destaca Rafael Cesar, diretor de Operações da Taranis. “Nossa empresa tem a expectativa de, nos próximos anos, aumentar em mais de 300% o total de hectares que sobrevoamos para fazer o monitoramento, por isso, queremos apresentar neste Webinar como funciona o programa, quais requisitos são necessários para ser um parceiro e quais os benefícios dessa parceria. O nosso negócio é exclusivo, com grande potencial, e precisamos desenvolver parceiros qualificados”, completa o executivo.

Ainda segundo Cesar, atualmente há diversas companhias, empresários e até grandes grupos de produtores que possuem aeronaves de pequeno porte para táxi aéreo, por exemplo, ou para escola de aviação, mas que as sub utilizam, enquanto poderiam diversificar suas operações em outros segmentos lucrativos.

“É uma vantagem para quem já está no mercado. Quando uma aeronave fica ociosa o proprietário tem custos, principalmente com manutenção. Com a possibilidade de utilizar esse equipamento em novos negócios, ele passará de gasto para lucro”, acrescenta o profissional.

AVIÕES – Um modelo de avião que se encaixa perfeitamente no serviço de monitoramento inteligente das lavouras é o Cessna 172. Atualmente, existem muitas dessas aeronaves no mercado brasileiro, que se destacam por serem equipamentos simples de operar e ao mesmo tempo muito eficientes. “O que queremos mostrar aos potenciais parceiros é a expectativa de bons retornos financeiros acima da média do mercado. É uma oportunidade no agro, setor economicamente forte que está associado ao crescimento dos serviços prestados pela Taranis, principalmente na indústria da cana-de-açúcar”, destaca Cesar.

Atualmente, as operações de monitoramento de canaviais da Taranis estão concentradas no Centro-Sul, que compreende São Paulo, Triângulo Mineiro, Sul de Goiás e o leste de Mato Grosso do Sul. “Nossa atuação está mais forte nessa região onde há mais fazendas de cana-de-açúcar e consequentemente são os locais que vemos mais oportunidade de escalar e avançar no curto prazo, porém, toda a região agrícola do país estará sob escopo, já que a Taranis também atua nas culturas de soja, milho e algodão”, finaliza o profissional.

No Webinar que será realizado em 1º de março, serão apresentadas todas as informações de como se tornar um parceiro no Programa Novos Ares, quais os requisitos e oportunidades de ganhos. As empresas e profissionais que tiverem interesse em participar precisam se inscrever gratuitamente pelo link: https://sales.taranis.ag/pt-br/programa-novos-ares.

Fonte: Rural Press

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Festival gastronômico celebra cultura capixaba com o Fest Torta em Vitória

Neste sábado (20) e domingo (21), no bairro Jesus de Nazareth, em Vitória, ...

Espírito Santo vai receber primeira Usina de Biometano para uso industrial e residencial

Foto: Hélio Filho/Secom Em um passo histórico rumo à sustentabilidade, o Espírito Santo ...

Valor bruto da produção ultrapassa R$ 1,14 trilhão em março

Soja, milho, Cana-de-açúcar, café e laranja foram responsáveis por 52% do valor total ...

Nater Coop premia startups em Programa de Inovação Aberta

Foto: Bruno Faustino Ao longo de 2023, a cooperativa impulsionou a inovação lançando ...

ES firma acordo para ampliar alcance de frutas e especiarias capixabas no mercado internacional

As frutas e especiarias produzidas no Espírito Santo ganharão ainda mais reconhecimento internacional, ...