“Cachaça de Cacau” é a aposta de empreendedor capixaba para alcançar novos mercados

Com a assistência do Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX) no Espírito Santo, iniciativa da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), empresas capixabas estão buscando alternativas de crescimento e expansão dos negócios para alcançar o mercado internacional.

Um desses casos é o da empresa Cacahuatl, que tem o cacau como insumo para a produção de bebidas destiladas e está localizada no município de Linhares, no norte do Estado. A empresa está concluindo a etapa de capacitações do PEIEX e vivencia uma estratégia voltada à apresentação internacional do potencial de suas bebidas, principalmente em feiras de negócios. Além disso, foca no estudo prospectivo de mercados e planejamento logístico e financeiro para a expansão comercial.

O sócio-diretor da empresa, André Luiz Carvalho Scampini, destaca que a expectativa é de que o produto, que está na fase de produção, já esteja no mercado em setembro deste ano. Ele também comenta a experiência em participar do PEIEX-ES. “Durante as capacitações, os extensionistas nos dão dicas, orientações e ‘abrem os nossos olhos’ para os processos fundamentais de exportação, principalmente nas questões tributárias, contábeis e de precificação dos produtos”, explica.

Scampini declara que a empresa já teve contato com potenciais clientes em feiras de países da Europa e América do Norte. “O nosso produto tem potencial para o comércio exterior. Com isso, percebemos que o mercado internacional é exigente e a demanda estrangeira é alta. Para atender a todas as normas e exigências que surgirem no processo de exportação, estamos nos preparando e qualificando para este novo desafio”, afirma. 

Na região norte do Estado, os atendimentos às empresas contam com o apoio do técnico extensionista Daniel Sardenberg Lins. O extensionista destaca que a empresa Cacahuatl se sobressai, pois tem a capacidade de aliar a tradicional cacauicultura linharense com a inovação aplicada ao processo de destilação de bebidas. 

“A empresa apresenta potencial para expansão e fortalecimento da cadeia produtiva capixaba do cacau e para a internacionalização de produtos detentores de ‘brasilidade’ e qualidade atestada. Um dos diferenciais é que a empresa, desde o seu nascimento, já tem a expectativa de alcançar o mercado internacional e, inclusive, já vem tendo sucesso na identificação de parceiros comerciais promissores”, aponta Lins.

O subsecretário de Estado para Atração de Investimentos e Negócios Internacionais da Sedes, e coordenador do PEIEX-ES, Gabriel Feitosa, comemora os resultados alcançados pelo programa. “É muito gratificante ver empresas capixabas frente à pandemia da Covid-19 enxergando oportunidades de crescimento e uma forma de avançar em vendas não só dentro do Brasil. Desta forma, a gente observa que o programa cumpre seu objetivo de capacitar as empresas capixabas para a exportação e de diversificar a nossa pauta exportadora”, diz.

PEIEX-ES – O programa oferece às empresas, de forma gratuita, orientação técnica sobre as melhorias que a organização deve implementar para comercializar produtos e serviços no mercado internacional.

APEX-BRASIL – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência apoia, atualmente, cerca de 15 mil empresas em 80 setores da economia.

Fonte: Sedes

Últimas notícias

Pesquisadores elaboram dicionário das características sensoriais do chá-mate

Grupo avaliou amostras de chá de diferentes regiões do Brasil para definir 39 ...

Índia estabelece novas exigências para importação de 24 produtos vegetais

A exportação deve estar acompanhada por certificado oficial, atestando que os produtos não ...

Rota marítima pelo Pacífico pode reduzir custos de frete

Os agricultores que utilizam os portos do Arco Norte podem obter redução de ...

Região de Poços de Caldas investe em marca coletiva de café vulcânico

Poços de Caldas, no Sul de Minas, é destino de muitos turistas atraídos ...

Marco Legal das Startups é aprovado no Senado

Em 2021, a relação entre cooperativas e startups pode ser ainda mais estimulada ...