Cartilha ensina a construir Barraginhas

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) lançou uma cartilha técnica sobre uma tecnologia que tem transformado propriedades rurais. Socioambiental, de baixo custo e adaptável a diversas realidades. Trata-se das barraginhas, também conhecidas por bacias de infiltração, que permitem maior infiltração de água no solo.

Elas são adaptáveis às diferentes realidades locais, empreendimentos e tamanhos de estabelecimentos rurais. Escavadas em terrenos pouco inclinados e construídas de forma dispersa em pastagens, lavouras e beiras de estrada, permitem aumentar a disponibilidade de água para irrigação, criação de animais e para o consumo humano.

Com o título “Barraginhas: Conservação do solo e recuperação hídrica em propriedades rurais” , a cartilha está disponível  na Biblioteca Rui Tendinha. O material permite que o leitor encontre detalhes técnicos fundamentais, tais como informações para instalação nas propriedades, formato, benefícios, aspectos legais, entre outros.

O projeto de implantação das barraginhas no Espírito Santo tem como realizadores o Incaper e o Fundo Estadual de Recursos Hídricos e Florestais do Espírito Santo (Fundágua) e teve o seu início no Estado após uma temporada de estiagem com déficit hídrico generalizado, entre 2014 e 2017, quando várias regiões não apresentaram uma recuperação hídrica satisfatória.

A coordenadora do projeto Barraginhas (ES), a extensionista do Incaper, Cintia Bremenkamp, explicou que para a realização das experiências da Instituição na implantação da tecnologia, foram identificadas propriedades que apresentavam características de relevo e uso do solo que eram propícias à instalação de unidades de referência, para a realização das experiências do Incaper.

“Os resultados foram muito interessantes. Nas unidades de referência que instalamos, sempre observamos e recebemos informações dos produtores rurais de como aumentou a infiltração da água no solo e como diminuiu a erosão, recuperando, inclusive, áreas produtivas que estavam condenadas”, disse.

Mais informações sobre as barraginhas também podem ser encontradas por meio de vídeo técnico disponível no canal do Incaper no YouTube.

Fonte: Incaper

Últimas notícias

Evento discute o futuro da produção de alimentos e do agronegócio no país até 2050

“Agronegócio, pesquisa e inovação no Brasil – caminhos para o futuro da produção ...

Perspectivas do mercado de grãos no Espírito Santo serão debatidas na próxima semana

Iniciando o calendário de capacitações e qualificações para seus parceiros e associados em ...

Sistemas de recirculação de água podem ser usados para produzir peixes em nível comercial

Foto: PqC. Eduardo Medeiros Pesquisas realizadas pelo Instituto de Pesca (IP-APTA), da Secretaria ...

Fungo inédito no inhame e na samambaia é descoberto por pesquisadores

Um novo fungo que acomete o inhame e a samambaia preta foi encontrado, pela primeira ...

Como os insetos dão pistas aos peritos na cena do crime

Embora a visão de larvas em um cadáver não seja agradável, elas podem ...