Cenouras produzidas em unidade prisional são doadas a instituições de Cachoeiro de Itapemirim

O Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim (CDPCI) realizou, na última terça-feira (31), a doação de 140 quilos de cenoura ao Asilo Lar João XXIII e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), ambos localizados no mesmo município. O legume é cultivado na unidade prisional, por seis internos do regime provisório. 

O diretor-adjunto da unidade prisional, Gabriel Rufino de Oliveira, explica que as doações são realizadas, em média, de quatro em quatro meses, de acordo com as safras do período. Na horta, também são cultivadas hortaliças, como alface e cebolinha, além de beterraba, abobrinha, entre outros.   

Anúncio

“Há três anos o Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim realiza doações do que é cultivado na horta da unidade para várias instituições do município”, destaca Gabriel Rufino.  

Anúncio

Fonte: Secretaria de Estado da Justiça

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Estudo procura ferramentas para ajudar cafeicultores do ES no combate à ferrugem

Foto: Acervo da Pesquisa Uma pesquisa da Ufes está criando um sistema para ...

Dois novos cursos de doutorado aprovados na Ufes em Alegre e Maruípe

A Capes aprovou dois novos cursos de doutorado na Ufes, um em Nutrição ...

Exportações do agro do Espírito Santo crescem 83% no primeiro semestre de 2024

Foto: Freepik Nos primeiros cinco meses de 2024, o agronegócio do Espírito Santo ...

Casos suspeitos de doença de Newcastle na zona de proteção são descartados no Rio Grande do Sul

Foto: Freepik Três casos suspeitos de doença de Newcastle (DNC) foram descartados após ...

Feira de Agronegócios Cooabriel tem projeção milionária de negócios

Foto: Cooabriel A Feira de Agronegócios da Cooabriel, realizada pela cooperativa e considerada ...