Ciclone bomba e massa de ar frio polar causam vento forte no Brasil

Ciclone bomba em alto-mar e massa de ar frio polar no Uruguai

Um forte ciclone extratropical (ciclone bomba) se formou, nesta segunda-feira (14), na costa da Região Sul do Brasil e a chegada de uma massa de ar frio de origem polar, também forte, sobre o Uruguai e no extremo sul do Brasil causam fortes rajadas de vento em várias cidades do país, incluindo o sul capixaba e a região metropolitana.

No fim da tarde, o vento forte era sentido em São Paulo. As rajadas vão continuar sendo observadas no decorrer da noite desta segunda-feira e na madrugada desta terça-feira (15).

Confira algumas rajadas intensas registradas até 18h (Brasília) pelo INMET – Instituto Nacional de Meteorologia e em aeroportos:

  • Chuí (RS): 75 km/h
  • Torres (RS): 73 km/h
  • Florianópolis (SC): 63 km/h (aero)
  • Arraial do Cabo (RJ): 69 km/h
  • São Sebastião (SP): 64 km/h
  • São Paulo (SP): 42 km/h (Campo de Marte)
  • Araranguá (SC): 58 km/h

O ciclone bomba em alto-mar e massa de ar frio polar no Uruguai causam grande variação da pressão atmosférica aumentando a velocidade do vento na costa do Sul e do Sudeste.

Últimas notícias

Carga de tomates se espalha na BR-262 em acidente com carreta

Uma carreta Volvo, com carroceria baú-frigorífico, transportando centenas de embalagens de tomate destinado ...

Doença em plantações de milho preocupa e é monitorada pelo Ministério da Agricultura

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) está trabalhando no mapeamento da ...

Desmatamento, pesca predatória e apreensões em três municípios capixabas

Militares da 2ª CIA do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) apreenderam 400 ...

Carlão da OCB é eleito presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae ES

O superintendente do Sistema OCB/ES, Carlos André Santos de Oliveira, foi eleito, na ...

OCB alerta instituições para atuação frente a mudanças no mundo e melhora do modelo político no Brasil

O presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, diante das mudanças que ...