CNA lança projeto Agro.BR para mulheres

Foto: Envato

Objetivo da iniciativa é auxiliar pequenas e médias empresárias rurais a exportar seus produtos

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) lançou o Agro.BR Mulheres, uma iniciativa para apoiar pequenas e médias empresárias rurais que queiram exportar seus produtos.

Anúncio

O Agro.BR é um projeto realizado em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), que busca a internacionalização de produtos agropecuários brasileiros e a diversificação da pauta exportadora do país.

Anúncio

O seminário de lançamento teve a moderação da diretora de Relações Internacionais da CNA, Sueme Mori. A assessora Rita Padilla apresentou o projeto e como ele irá funcionar. “O principal objetivo é engajar e preparar as mulheres do meio rural para alcançar resultados baseados em indicadores comerciais e de desempenho”.

Segundo Rita, o projeto foi estruturado com base em três pilares. “O primeiro é estruturar um alicerce forte, onde elas possam adquirir conhecimento técnico e sejam instruídas para que consigam desenvolver habilidades e competências que ainda não possuem. O segundo é a geração de negócios, em que serão apresentadas ferramentas para promover oportunidades, como rodadas e missões internacionais”.

Já o terceiro pilar é a criação de conexões para promover a troca de experiências e criar uma rede de apoio a essas mulheres. “A iniciativa conta com sete mentores e 14 mulheres mentoradas que possuem o mesmo nivelamento na trilha do Agro.BR e que nunca exportaram diretamente”, explicou Padilla.

Alguns dos produtos das empresárias são palmito, nibs de cacau, chás, castanha de caju, café, chocolate, mel, azeite, cachaça, frutas e legumes.

Além do lançamento, o evento contou com palestras da presidente da Comissão Nacional das Mulheres do Agro da CNA, Stéphanie Ferreira, da fundadora da Rede Mulheres no Comex, Monnike Garcia, da presidente do Clube Mulheres de Negócios em Língua Portuguesa, Rijarda Aristóteles, e da diretora de Relações Institucionais e Governamentais da Rede Mulher Empreendedora, Adriana Rodrigues.

Em sua fala, Stéphanie afirmou que teve a oportunidade de acompanhar a construção do projeto Agro.BR Mulheres e que o mesmo está bem estruturado e focado em colocar as empresárias no protagonismo das exportações brasileiras. “É um projeto que vai fazer a diferença na vida das produtoras e está alinhado com os objetivos da nossa Comissão”, disse.

Já Monnike Garcia apresentou a Rede Mulheres no Comex, que foi criada em 2017 e funciona como um hub de profissionais na área de comércio exterior com o objetivo de gerar apoio e compartilhar conhecimento, experiências, estudos, opiniões e fazer negócios. A profissional também falou do Labcomex, que apoia pequenos negócios de mulheres na internacionalização. “Fazemos capacitações, treinamentos, mentorias de comércio exterior”.

Em seguida, a diretora de Relações Institucionais e Governamentais da Rede Mulher Empreendedora, Adriana Rodrigues, informou que existem 10 milhões de mulheres empreendedoras no Brasil e dessas, 51% são responsáveis pelo lar. “As principais motivações que levam uma mulher brasileira a empreender é a falta de emprego e fazer a diferença no mundo. Então temos que estar ligadas e nos apoiar cada vez mais”.

Para a presidente do Clube Mulheres de Negócios em Língua Portuguesa, Rijarda Aristóteles, não existe internacionalização sem uma boa rede de relacionamento. “O networking está ao nosso alcance e não precisamos de licença para fazer. É fundamental estarmos envolvidas em um movimento de mulheres, um ecossistema. O mercado não tem gênero e nós adoramos fazer negócios”.

Fonte: CNA

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Campeonato Brasileiro de Blends de Café será realizado no São Paulo Coffee Festival

Foto: Freepik A Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC) realizará a etapa ...

Equipes coletam dados para nova pesquisa da Conab da safra brasileira de grãos

Foto: iStock Farmer handful of harvested corn kernels from the heap loaded into ...

Comidas típicas da festa junina contam com 36% de impostos no preço final

Foto: Julio Huber A chegada das festas juninas costuma ser motivo de alegria ...

Capixaba é eleito o melhor criador e expositor na Megaleite 2024 na categoria CCG 1/2 Hol + 1/2 Gir

Encerrada a 19ª edição da Megaleite no último sábado (15), a Associação Brasileira ...

Equipamento promete secagem de cafés especiais em menos de 24 horas

Tecnologia desenvolvida pela Dryeration, foi testada e aprovada por produtores da Alta Mogiana ...