Conab inicia “Crop Tour” da produtividade da soja

Começou esta semana, por técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), com participação de colaboradores e empresas parceiras, a coleta de informações sobre a produtividade da soja em todas as regiões produtivas do país. Trata-se do “Crop Tour”, para avaliar as condições das lavouras em cada Estado. As informações complementarão os trabalhos de levantamento e avaliação de safras, realizados mensalmente pela Companhia.

Até o próximo mês de março, esta espécie de mutirão vai percorrer centenas de pontos de 16 roteiros em 13 Estados, num período que antecede a colheita, quando a cultura está ainda na fase de enchimento dos grãos e de maturação.

Durante as visitas às lavouras, os empregados da Conab, seguindo medidas oficiais de proteção contra o coronavírus, percorrerão milhares de quilômetros nos Estados produtores de soja do Maranhão, Tocantins, Piauí, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. Pará, Roraima e Alagoas devem ser incluídos nessa safra pela primeira vez, mas pelo calendário de plantio mais tardio, as visitas devem ocorrer a partir de junho.

Esta é a segunda vez que é executada essa operação, em que os técnicos percorrem as lavouras, contam o número de plantas por metro, medem o espaçamento entre linhas de plantio, contabilizam o número de grãos por planta e analisam as condições das lavouras, estimando assim, a produtividade daquele local. De posse dos dados amostrais, são realizados cálculos e procedimentos estatísticos, a fim de estimar a produtividade em nível estadual.

Com esta ferramenta, a Conab reforça o estudo de levantamento e avaliação de safras que conta, também, com o apoio de cerca de 80 técnicos, além de mais de mil informantes em todo o país. Os técnicos da Conab percorrem aproximadamente 500 mil km anualmente. O aprimoramento das estatísticas relativas à cultura da soja alinha o processo de Levantamento e Avaliação de Safras às melhores práticas internacionais. Além da soja, o trabalho esse ano deve ser estendido à cultura do milho segunda safra e também do café.

Fonte: Conab

Últimas notícias

Incaper lança sistema eletrônico de avaliação de sustentabilidade da cafeicultura

Foto: Divulgação Incaper A sustentabilidade na cafeicultura é um dos ideais que norteiam ...

Inscrições para coordenação de pesquisa sobre peixes começam na segunda-feira (24)

As inscrições para a seleção de coordenador de projeto de pesquisa do Instituto ...

Venda Nova do Imigrante é destaque em projeto de qualificação do turismo rural

A rota de Agroturismo em Venda Nova do Imigrante foi validado pelo Ministério ...

Café: números da exportação demonstram a força da produção

Com a recente divulgação dos dados de exportação do café brasileiro fica claro ...

Batata apresenta queda de preços enquanto cebola sobe nas Centrais de Abastecimento

Um dos tubérculos mais utilizados na culinária brasileira, a batata apresentou oferta recorde ...