Conceição do Castelo premia vencedores do 14º Concurso de Qualidade do Café Arábica e Conilon

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) realizou o 14º Concurso de Qualidade do Café Arábica e Conilon de Conceição do Castelo. O evento contou com o apoio da Prefeitura e da Câmara de Vereadores do município.

Na ocasião, o extensionista e gerente de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) do Incaper, Fabiano Tristão Alexandre, apresentou os resultados de pesquisas sobre qualidade sensorial de bebida de dez cultivares de café arábica, no ambiente de 850 metros no município de Conceição do Castelo.

Anúncio

“Todas as cultivares apresentaram potencial para produção de cafés especiais com notas variando de 84,13 a 86,38, o que demonstra o potencial das cultivares para produção de cafés especiais com maior valor agregado no município. Também foi possível verificar que as cultivares Arara e Catucai foram as que apresentaram maior potencial de bebida com notas de 86,38 e 86,02 respetivamente. Demonstrando que a escolha correta da cultivar de acordo com o ambiente pode proporcionar ganhos na qualidade final de bebida e com isso ajudar os agricultores a acessar novos mercados com maiores valores agregados para os cafés”, explicou.

Anúncio

Além disso a pesquisa verificou grande diversidade nos perfis sensórias das cultivares com descritores apresentando principalmente notas de caramelo, chocolate, melaço, especiarias, frutado, entre outros.

As premiações foram em forma de dinheiro, sendo distribuídas: 1ºs lugares R$ 3.650,00; 2ºs lugares – R$ 2.650,00; 3ºs lugares – R$ 1.650,00; 4ºs lugares – R$ 1.150,00 e 5ºs lugares – R$ 900,00. As entregas foram feitas para os premiados, por empresas e bancos apoiadores da cafeicultura do município.

“Ficamos satisfeitos com a realização de mais esta edição do concurso, pois incentiva o produtor a produzir com mais qualidade, agregando valor ao produto e proporcionando mais renda. Os resultados mostraram que os produtores estão no caminho certo e a cerimônia foi importante para vivenciarmos um momento de confraternização e troca de informações”, disse o coordenador do escritório local de Conceição do Castelo, Cleber Cássio Ferreira.

O secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente e produtor de café, José Leonardo Zanão, lembrou que a avaliação realizada pelo Centro de Cafés Especiais do Espírito Santo (Cecafes) para o concurso só reforça o quanto Conceição do Castelo tem bons cafés.

“No entanto, de acordo com algumas conversas já realizadas com alguns produtores, devemos reformular o concurso para o próximo ano, realizando mais classificações, abrangendo os cafés colhidos entre os meses de maio e agosto em uma premiação, além dos colhidos entre setembro e novembro, em outra”, pontuou Zanão.

Confira as classificações, pontuações e observações de características sensoriais:

Categoria Café Arábica:

1º Lugar – Edivaldo Cunha – (Comunidade de Alto Ribeirão) – 88,50 pontos – exótico, mamão, frutas amarelas, melaço, maracujá, rapadura, floral, especiarias, ervas finas.

2º Lugar – Manoel da Silva Rainha – (Comunidade de Indaiá) – 86,30 pontos – açúcar mascavo, especiarias, rapadura, cremoso, limpo, delicado, cural de milho, melaço, frutado, nibs, caramelo, frutas amarelas, damasco, tamarindo.

3º Lugar – Cleiton Zambom de Souza – (Comunidade de Mata Fria) –  85,70 pontos – frutado, jaca, framboesa, frutas amarelas, limpo, cremoso, delicado, especiarias.

4º Lugar – Celso Zambom Maranguanhe – (Comunidade de Mata Fria) – 85,55 pontos – caramelo, melaço, cural de milho, cítrico, especiarias.

5º Lugar – Solenir Dalbó – (Comunidade de Mata Fria) – 84,75 pontos – frutas amarelas, açúcar mascavo, jambo, doce de leite, delicado, caramelo, chocolate.

Categoria Café Conilon:

1º Lugar – Anisio Francisco Mareto (Comunidade de Tinguá) – 86,03 pontos – mel, rapadura, cítrico, frutas amarelas, encorpado, cremoso, açúcar mascavo, frutado, chocolate, acidez brilhante, melaço, especiarias, exótico.

2º Lugar – Márcia Aparecida Z. Meneghetti – (Comunidade de Montevideo) – 85,22 pontos – especiarias, ervas finas, caramelo, frutas vermelhas, floral, nozes.

3º Lugar – Antonio Manoel Colodete – (Comunidade de Barro Branco) –  82,78 pontos – caramelo, melaço, nibs, açúcar mascavo, chocolate, limpo, biscoito, frutado.

4º Lugar – Edvandro da Silva dos Santos – (Comunidade de Montevideo) – 82,66 pontos – castanhas, doce de leite, caramelo, rapadura, mel, floral.

5º Lugar – Josinei Guarnier – (Comunidade de Ribeirão de Santa Tereza) – 82,44 pontos – chocolate, caramelo, melaço, limpo, açúcar mascavo, batata doce, cremoso.

Fonte: Incaper

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Estudo procura ferramentas para ajudar cafeicultores do ES no combate à ferrugem

Foto: Acervo da Pesquisa Uma pesquisa da Ufes está criando um sistema para ...

Dois novos cursos de doutorado aprovados na Ufes em Alegre e Maruípe

A Capes aprovou dois novos cursos de doutorado na Ufes, um em Nutrição ...

Exportações do agro do Espírito Santo crescem 83% no primeiro semestre de 2024

Foto: Freepik Nos primeiros cinco meses de 2024, o agronegócio do Espírito Santo ...

Casos suspeitos de doença de Newcastle na zona de proteção são descartados no Rio Grande do Sul

Foto: Freepik Três casos suspeitos de doença de Newcastle (DNC) foram descartados após ...

Feira de Agronegócios Cooabriel tem projeção milionária de negócios

Foto: Cooabriel A Feira de Agronegócios da Cooabriel, realizada pela cooperativa e considerada ...