Cooabriel passará a gerar 100% da energia que consome

A Cooabriel está investindo mais de R$ 2 milhões em geração de energia limpa, através da instalação de usinas fotovoltaicas. No total, serão instaladas 8 usinas em unidades da cooperativa, sendo 7 no estado do Espírito Santo, nos municípios de Nova Venécia, Boa Esperança, Águia Branca, Vila Valério, São Gabriel da Palha e em São Domingos do Norte, na indústria de torrefação. Além dessas, uma usina será instalada na unidade de Itabela, na Bahia.   

Com área total em torno de 3 mil metros quadrados, as usinas somadas terão potência estimada em 4350w e poderão atingir até 655kwp, que é a capacidade máxima das 1.200 placas fotovoltaicas. A expectativa é de que as instalações sejam finalizadas ainda em 2023.  

Anúncio

De acordo com o projeto, a previsão é de que os parques solares gerem energia suficiente para atender a 100% do consumo atual, tornando a cooperativa autossuficiente do ponto de vista energético. Em números comparativos, a energia gerada seria equivalente ao consumo de cerca de 200 residências com uso médio de 300kWh/mês ou, ainda, poderia abastecer em torno de 340 residências com consumo de 168kWh/mês.  

Anúncio

Com a iniciativa, a expectativa é de haja uma redução em torno de 95% no valor das tarifas de energia da cooperativa.

De acordo com o presidente da Cooabriel, Luiz Carlos Bastianello, um ganho importante será a redução de custos, o que contribui para a competitividade. “Além da sustentabilidade, outros pontos foram avaliados, como as despesas relacionadas ao consumo de energia, que incidem no custo das operações”, explicou.  

O superintendente geral da Cooabriel, Carlos Augusto Pandolfi, destacou que o investimento vem de encontro à crescente demanda por ações sustentáveis. “Ter um olhar no futuro e investir em ações que tenham um viés sustentável, faz parte do planejamento estratégico da Cooabriel. Temos trabalhado com iniciativas robustas nesse sentido. Além dos investimentos em energia limpa, temos desenvolvido outras ações, como as certificações para cafés sustentáveis, das quais um número cada vez maior de cooperados tem participado”, avalia.    

Fonte: Cooabriel

O investimento acontece no mesmo momento em que está em curso um projeto de intercooperação com o Sicoob/ES e a plataforma cooperativa Ciclos, que prevê a construção de um complexo de geração de energia fotovoltaica, que poderá atender até 300 residências de famílias cooperadas.   

“São vários os fatores positivos que motivam essas ações. Acreditamos que seja um momento oportuno para esses investimentos e que o retorno virá rápido”, complementa Bastianello.

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Feira de Agronegócios Cooabriel 2024 acontecerá em julho

O evento é considerado o maior do agro no estado do Espírito Santo ...

Café canéfora tem zoneamento de risco climático atualizado

Foto: Humberto Franco O Zarc delimita regiões e épocas de cultivo em classes ...

Senar-ES quer fortalecer o agro em Santa Leopoldina

Contribuir para um cenário de crescente desenvolvimento da produção sustentável no Espírito Santo ...

Ales vai promover sessão em homenagem às mulheres cooperativistas

Foto: Freepik Reunião acontece na próxima semana. Pauta foi proposta pela Comissão Permanente ...

Brasil produziu quase 900 mil toneladas de peixes de cultivo

A piscicultura venceu adversidades e cresceu 3,1% Em 2023 O Brasil produziu 887.029 ...