Cooperativas capixabas podem usar Funsaf para modernização da produção agrícola

A economia colaborativa é realidade no Espírito Santo há anos. No mundo agropecuário, essa tendência aparece na forma das cooperativas e associações agrícolas, resultado da união de produtores rurais. O objetivo comum é a melhoria na produtividade, redução de custos e o ganho de mercado. No Estado, as cooperativas têm um importante aliado para a modernização da produção e o ganho de competitividade, com os recursos do Fundo Social de Apoio à Agricultura Familiar do Estado do Espírito Santo (Funsaf).

Operacionalizado por meio do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), os recursos do Fundo são destinados às associações e cooperativas agrícolas capixabas, para que tenham acesso a recursos necessários à compra de máquinas e equipamentos em todo o Estado. Para participar, essas entidades aderem a um edital, gerenciado pela Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca do Espírito Santo (Seag).

Continua após o anúncio

Atualmente, o Funsaf está em seu terceiro edital de credenciamento aberto para a submissão de propostas. Desde o início funcionamento do Fundo, 69 associações foram beneficiadas com mais de R$ 12 milhões aprovados para a aquisição de implementos agrícolas de diferentes portes e que contribuem para a melhora na produção e o beneficiamento dos produtos agrícolas.

Podem ser solicitados nos projetos submetidos ao edital do Funsaf, por exemplo, os seguintes itens: construção ou adequação de instalações; aquisição de máquinas, equipamentos, veículos utilitários e caminhões; investimento na regularização sanitária e ambiental; e serviços técnicos especializados. Entre as máquinas e equipamentos, como exemplo podem ser itens de cozinha industrial e, no caso de projetos de beneficiamento, freezers, itens produção como derriçadeiras, colheitadeiras ou tratores, desde que os itens estejam relacionados ao projeto apresentado.

O diretor-presidente do Bandes, Munir Abud de Oliveira, destacou que o Funsaf agrega esforços do Bandes e da Seag, em prol do homem do campo, com reflexos no aumento da renda para produtores de 31 municípios capixabas. “A agricultura familiar tem um papel importante na produção de alimentos no Brasil, proporcionando trabalho e renda para milhares de famílias capixabas. Os recursos do Funsaf são um apoio para que as associações tenham acesso a maquinários, que vão resultar no aumento da competividade da produção. É papel social do Bandes estar presente em iniciativas desta natureza e que contribuam para o desenvolvimento socioeconômico”, pontuou.

O quarto edital do Funsaf deve ser lançado em 2022. O primeiro edital do Fundo aprovou o valor de R$ 1,2 milhão; o segundo edital contou com R$ 2,3 milhões e o terceiro, ainda em vigência, com R$ 8,5 milhões, totalizando R$ 12 milhões destinados aos produtores rurais inseridos em cooperativas.

O Funsaf é uma iniciativa realizada em parceria com vários órgãos ligados ao Governo do Espírito Santo. Além do Bandes, a Câmara Técnica do Funsaf é composta por membros da Seag, Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) e Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). No programa, o Bandes é responsável pelas fases de pré-contratação, como a análise da documentação e orçamentos, além da emissão de contrato e a liberação do recurso após a comprovação técnica realizada pelos técnicos dos demais órgãos.

Fonte: Bandes

Últimas notícias

Até quando vai o frio?

De acordo com a Climatempo, a posição da massa de ar polar ainda ...

Exportações do agronegócio em abril alcançam recorde para o mês

As exportações do agronegócio brasileiro em abril totalizaram US$ 14,86 bilhões, valor recorde ...

Crimes ambientais são flagrados e embargados em Marechal Floriano

Uma nova fase da “Operação Curupira”, que visa coibir crimes ambientais no Espírito ...

Campanha promove alimentos orgânicos em todo o Brasil

A campanha visa estimular o conhecimento e o consumo de produtos orgânicos O ...

História do cooperativismo cafeeiro capixaba é destaque na biblioteca do Incaper

A biblioteca do Incaper serviu como base para revisões bibliográficas, fontes de dados ...