Covid-19: produtores rurais, pescadores e marisqueiras capixabas terão direito a crédito emergencial

Foto: Divulgação

As marisqueiras capixabas também terão direito a crédito emergencia para movimentar a economia durante a pandemia do novo coronavírus

Bruno Faustino

Cooperativas da agricultura familiar, sindicatos de agricultores familiares, associações de pequenos agricultores familiares, colônias de pescadores, marisqueiros e pescadores profissionais artesanais foram incluídos entre as categorias que terão direito a uma linha de crédito especial que está sendo elaborada pelo Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) e pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) para minimizar os efeitos econômicos provocados pela pandemia do novo coronavírus. O montante disponibilizado será de R$ 100 milhões.

Os beneficiários contratarão o crédito pelo Banestes e terão o Bandes como avalista. A ajuda foi garantida em emenda aprovada no projeto de lei 209/2020, votado em sessão virtual realizada pelos deputados estaduais, na manhã desta segunda-feira. O pedido de inclusão dessas categorias entre os atingidos pelo Covid-19 foi da deputada Janete de Sá, presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa do Espírito Santo.

Com a medida, o Governo do Espírito Santo espera movimentar a economia e a renda para que essa parcela da população continue trabalhando.

Veja a emenda aprovada:

EMENDAS AO PROJETO DE LEI 209/2020

Art 1°. O Inciso I , do art 1° , do projeto de lei 209/2020 , passa a vigorar com a seguinte redação.
“art1°. (…)
I – microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte; cooperativas da agricultura familiar capixaba, sindicatos de agricultores familiares e associações de pequenos agricultores familiares, associações e colônias de pescadores, marisqueiros e assemelhados, assim como, associações de pescadores profissionais artesanais e aquicultores, nos termos definidos no estatuto do fundo;

Art 2°. O artigo 4°, do projeto de lei 209/2020 passa a vigorar com a seguinte redacao:
Art.4º – Fica o poder executivo autorizado a efetuar a equalização do pagamento de juros remuneratórios decorrentes de operações de créditos realizadas pelo Bando do Estado do Espírito Santo – Banestes e pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo – BANDES com microempreendedores individuais, microempresas, empresas de pequeno porte, cooperativas da agricultura familiar, sindicatos de agricultores familiares, associações de pequenos agricultores familiares, associações e colônias de pescadores, marisqueiros e assemelhados, assim como, associações de pescadores profissionais artesanais, aquicultores e autônomos atingidos pelos efeitos econômicos da pandemia ocasionada pela infecção humana do novo coronavirus (COVID-19).

Últimas notícias

Ifes abre inscrições para mestrado em Agroecologia

São ofertadas 12 vagas e o início das aulas está previsto para março ...

Laboratório de aquicultura marinha fortalecerá pesquisas no país

Visão em 3D do projeto do Lapimar Foram reiniciadas, esta semana, as obras ...

Brasil registra 31 defensivos agrícolas genéricos, com quatro produtos biológicos

Com a publicação, 2020 soma 60 produtos de baixo impacto registrados. Esse é ...

ATENÇÃO: chuva forte e rajadas de vento atingem a Grande Vitória e municípios do interior capixaba

A chuva forte prevista pela Coordenação de Meteorologia do Instituto Capixaba de Pesquisa, ...

Projeto do ES é selecionado em concurso de soluções para restaurar a bacia do rio Doce

Cinco iniciativas de plantio sustentável com fins econômicos foram selecionadas em parceria realizada ...