Emater-MG divulga lista de classificados do 17º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais

A Emater-MG divulgou a lista dos classificados para a segunda etapa do 17º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais. Este ano a competição recebeu 1792 amostras concorrentes.  O Sul de Minas registrou o maior número de participantes, com 785 amostras. Em seguida, vieram as regiões das Matas de Minas (713), Cerrado Mineiro (239) e Chapada de Minas (55).

Foram classificados para a segunda etapa 120 cafés na categoria Café Natural e 120 na categoria Cereja Descascado, Despolpado ou Desmucilado.  Todos receberam acima de 84 pontos (num total de 100), seguindo a metodologia da Associação de Cafés Especiais (SCA), que avalia aspectos como fragrância/aroma, sabor, acidez, corpo, uniformidade, ausência de defeitos, doçura e outros. A lista dos classificados está disponível no site da Emater-MG e pode ser acessada CLICANDO AQUI.

“O grande destaque deste ano foi a qualidade das amostras enviadas. Mais de 30 cafés analisados alcançaram notas superiores a 90 pontos”, afirma o gerente regional da Emater-MG em Guaxupé, Willem Araújo, que também é um dos coordenadores do concurso. 

O 17º Concurso de Qualidade dos Cafés é promovido pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Emater-MG e Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), em parceria com a Universidade Federal de Lavras (Ufla), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe).

NOVA AVALIAÇÃO – Os produtores selecionados para a segunda etapa têm até o dia 13 de novembro para entregar uma nova amostra do café classificado nas unidades regionais da Emater-MG. A partir do dia 16, os cafés passarão por outra análise física e sensorial feita por especialistas da área, no Campus Machado do IF Sul de Minas. Os 24 melhores cafés do estado serão conhecidos em evento a ser realizado no dia 9 de dezembro, na sede da Emater-MG, em Belo Horizonte.

Serão premiados os três primeiros classificados em cada categoria, das quatros regiões produtoras. Também será anunciado como campeão estadual aquele que receber a maior pontuação entre todos os concorrentes.  O concurso também irá destacar o café com maior nota produzido por uma cafeicultora.  Todo o regulamento do concurso está no site da Emater-MG. 

CATEGORIAS – O concurso conta com duas categorias. Na categoria Café Natural, o café é levado para secar logo após ser colhido.  Já na categoria Cereja Descascado, Despolpado ou Desmucilado, após a lavagem, há uma separação dos frutos verdes e secos dos frutos maduros. Depois, eles passam por um descascador para só depois seguirem para a secagem. No caso dos cafés despolpados e desmucilados, há ainda uma fase onde o produto passa por um tanque de fermentação.

Em 2019, o campeão estadual foi o cafeicultor Paulo Gomes, do município de Espera Feliz, região das Matas de Minas. O concurso contou com 1.411 amostras inscritas. Os vencedores comercializaram seus lotes de café com ágio de preços.

Fonte: Emater-MG

Últimas notícias

Senar lança cursos gratuitos de drones e inseminação artificial. Inscreva-se!

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) lançou três cursos de curta duração, ...

Especialistas do Brasil e exterior debatem mercado halal

O fórum de negócios Global Halal Brazil ocorre na próxima semana e terá ...

Estados Unidos mudam regras para ingresso de cães procedentes do Brasil

Os animais que chegam de países classificados como de alto risco para raiva, ...

Entidades afirmam que caso das búfalas de Brotas foge à regra dos produtores

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp) publicou ...

Cadeia produtiva do leite é destaque em novo Boletim da Agricultura Familiar da Conab

Já está disponível, no site da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a publicação ...