Encontro de Cidades e Povos pelo Comércio Justo reúne representantes de sete países no Brasil

O presidente da Cooperativa dos Cafeicultores do Sul do Estado do Espírito Santo (Cafesul) e da Associação das Organizações de Produtores Fairtrade do Brasil (BRFAIR), Renato Theodoro, esteve na cidade Boa Esperança, localizada em Minas Gerais, na última semana. Ele foi à cidade como representante do Brasil no 4° Encontro de Cidades e Povos pelo Comércio Justo.

Também participaram do encontro a conselheira e representante do consórcio do Mercado Regional dos Vales e do Café, Helen Lima e a gestora da Coordenadoria Latino-americana e do Caribe de Pequenos Produtores e Trabalhadores de Comércio Justo (Clac), Giseli Sampaio. Ao todo, compareceram representantes de sete países, sendo eles: Belize, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Equador, Honduras e Paraguai.

Anúncio

O evento foi realizado com o objetivo de promover uma interação entre os países, transmitindo as experiências dos projetos realizados em Boa Esperança, município considerado referência no desenvolvimento de produtores e no fortalecimento das comunidades.

Anúncio

Renato Theodoro, presidente da Cafesul e da BRFAIR, destacou a relevância do encontro e da troca de conhecimentos em âmbito internacional. “Foram dias muito proveitosos, de forma que outros países puderam trazer novas experiências para as cidades brasileiras, e nós pudemos compartilhar um pouco da nossa trajetória”, completou.

Nessa mesma perspectiva, Theodoro reforçou a importância do comércio justo para a construção de uma sociedade justa e igualitária. “É a partir da disseminação dos conceitos da economia solidária que conseguimos contribuir para que os jovens do futuro sejam mais conscientes no âmbito social e ambiental”, disse.

CIDADES PELO COMÉRCIO JUSTO – Atualmente, a cidade de Boa Esperança (MG) promove projetos como hortas comunitárias, que estão vinculadas aos órgãos públicos e às cooperativas da região. Além disso, o município conta com a Lei Municipal do Comércio Justo, selo que possibilita benefícios aos participantes.

No último ano, Muqui também recebeu o título de Cidade pelo Comércio Justo, devido ao trabalho desenvolvido pela Cafesul. A cooperativa possui certificação FairTrade e realiza ações em conjunto com a sociedade e o poder público, disseminando princípios e valores cooperativistas.

Fonte: Sistema OCB/ES

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Festival gastronômico celebra cultura capixaba com o Fest Torta em Vitória

Neste sábado (20) e domingo (21), no bairro Jesus de Nazareth, em Vitória, ...

Espírito Santo vai receber primeira Usina de Biometano para uso industrial e residencial

Foto: Hélio Filho/Secom Em um passo histórico rumo à sustentabilidade, o Espírito Santo ...

Valor bruto da produção ultrapassa R$ 1,14 trilhão em março

Soja, milho, Cana-de-açúcar, café e laranja foram responsáveis por 52% do valor total ...

Nater Coop premia startups em Programa de Inovação Aberta

Foto: Bruno Faustino Ao longo de 2023, a cooperativa impulsionou a inovação lançando ...

ES firma acordo para ampliar alcance de frutas e especiarias capixabas no mercado internacional

As frutas e especiarias produzidas no Espírito Santo ganharão ainda mais reconhecimento internacional, ...