Exposição fotográfica ‘Aves de Caetés’ segue em cartaz no Parque Estadual do Forno Grande

A exposição fotográfica “Aves de Caetés” segue em exibição no Parque Estadual do Forno Grande, em Castelo, até o dia 10 de março. A mostra está aberta todos os dias, das 8h às 17h, na Unidade de Conservação (UC), é uma opção para quem quer uma programação diferente no Carnaval. A exposição conta com 30 fotografias de aves silvestres que representam uma pequena parte da grande diversidade de pássaros da Mata de Caetés. A entrada é gratuita.

As fotos são de aves que chamam atenção pelas cores como, por exemplo, a saíra-militar, a saíra-beija-flor, o gavião-pato e o gavião-pega-macaco, além de aves raras, como a saíra-apunhalada, e tucanos, beija-flores, entre outras. Em cada imagem, o visitante encontra um QR-Code que, ao apontar o celular, o direciona para uma página com informações completas sobre cada uma das aves, podendo, inclusive, ouvir o canto delas.

Anúncio

A Mata de Caetés está se situada no limite dos municípios de Vargem Alta, Domingos Martins, Venda Nova do Imigrante, Castelo e Alfredo Chaves, e é umas das áreas mais ricas em aves do mundo. Os pesquisadores do Programa de Conservação da Saíra-Apunhalada (PCSA) contabilizaram 362 espécies de aves só na Mata de Caetés, sendo que seis delas estão ameaçadas de extinção, com destaque para a saíra-apunhalada, que tem apenas 22 indivíduos e é a espécie-alvo do PCSA.

Anúncio

Além disso, a Mata de Caetés é uma região riquíssima em biodiversidade e classificada internacionalmente como uma área importante para a Conservação de Aves (Important Bird Area ES-07) pela BirdLife International e se situa entre os Parque Estaduais da Pedra Azul e do Forno Grande.

A exposição é realizada pelo Programa de Conservação da Saíra-Apunhalada e o Instituto Marcos Daniel (IMD), contando com o apoio do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema). As fotos são de autoria de Gustavo Magnago e Gabriel Bonfá.

A mostra é também é uma forma de comemorar a criação de mais uma área protegida na região, a Reserva Kaetés, criada pelo Instituto Marcos Daniel, em parceria com duas organizações internacionais, a Rainforest Trust e a American Birds Conservancy.

A Reserva Kaetés, que protege parte do território da saíra-apunhalada, se situa no município de Castelo, na região de Braço do Sul, e faz parte da Mata de Caetés. Com a criação da Reserva Kaetés, aproximadamente 50% do território conhecido da saíra-apunhalada na Mata de Caetés estão protegidos dentro de reservas privadas.

Serviço:
Exposição fotográfica “Aves de Caetés”
Data: 
até 10/03
Horário de visitação: todos os dias, das 8h às 17h
Local: Parque Estadual Forno Grande
Endereço: Estrada Rural s/n. Distrito Forno Grande, Castelo-ES

A entrada é gratuita.

Fonte: Governo do Espírito Santo

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Capixaba é eleito o melhor criador e expositor na Megaleite 2024 na categoria CCG 1/2 Hol + 1/2 Gir

Encerrada a 19ª edição da Megaleite no último sábado (15), a Associação Brasileira ...

Equipamento promete secagem de cafés especiais em menos de 24 horas

Tecnologia desenvolvida pela Dryeration, foi testada e aprovada por produtores da Alta Mogiana ...

Bahia Farm Show 2024 bate novo recorde de público

A 18ª edição da Bahia Farm Show atinge um novo recorde de público. ...

Praga inexistente no Brasil é identificada em fruta que vinha dos Estados Unidos

Uma carga com 576 quilos de pêssegos importados dos Estados Unidos foi barrada ...

Salmonella gera impacto na avicultura e preocupa produtores

Foto: Envato O impacto das salmoneloses assusta os produtores pela sua contaminação. A ...