Felino é atropelado e morre na BR-262

Foto: Thiago Souza de Oliveira

Julio Huber

Um felino macho foi encontrado morto, no final da madrugada de hoje (18), às margens do km 63 da BR-262, em Alto Santa Maria, Marechal Floriano. Quem fotografou o animal morto foi o motorista Thiago Souza de Oliveira. Ele contou que passava pelo local, pouco antes de 6 horas da manhã de hoje, quando avistou o felino.

“Inicialmente pensei que fosse uma jaguatirica, mais comum na região. Eu voltei o carro para mostrar para meus filhos e esposa, e percebi que parecia ser um filhote de onça-pintada”, destacou o motorista.

Segundo Thiago, trata-se de um macho, jovem e que estava com a mandíbula quebrada e ferimentos no peito. “Ele estava com muitos espinhos de ouriço na boca. Quando o encontrei, o corpo já estava duro, provavelmente foi atropelado na madrugada”, informou o motorista.

Thiago ainda destacou que parentes dele que moram na região relatam que onças-pintadas são vistas em propriedades locais. O sargento Vital, da Polícia Militar ambiental, informou que há frequentes relatos de moradores de municípios das montanhas sobre a presença de onças, em alguns casos, de ataques a animais domésticos.

“Não é possível afirmar, pelas fotos, que se trata de um filhote de onça-pintada. Não havíamos sido comunicados sobre a morte do animal. Mas, é comum moradores nos informarem sobre a presença de onças em suas propriedades. Esses animais não costumam se aproximar de locais urbanos ou de residências, mas a falta de comidas nas florestas podem fazer com que felinos ataquem animais domésticos”, destacou.

A veterinária Kristal Furno, que tem experiência com felinos, afirmou que não se trata de uma onça-pintada, mas de uma jaguatirica. Ela explicou a diferença entre os dois animais. “Dá para afirmar que o animal da foto é uma jaguatirica, pela anatomia do crânio, mesmo afetado pelo acidente, pela coloração e tamanho das pintas e pelo porte do animal. Além de que, no pescoço observamos a falta das pintas e há a presença de linhas pretas característica das jaguatiricas, e não das onças”, afirmou.

Mesmo não constando na lista de animais ameaçados de extinção no Brasil, Kristal informou que as jaguatiricas correm o risco de extinção na região, pois alguns são atropelados ou mortos por caçadores. Uma equipe da Polícia Militar Ambiental deveria passar pelo local, ainda hoje, para verificar se o corpo do felino ainda estava onde foi visto pelo motorista Thiago.

Últimas notícias

Ufes obtém registro de nova cultivar de café conilon com alto teor de cafeína

A Ufes obteve o registro de mais uma cultivar de café conilon no ...

Promoção de cafés especiais do Brasil em Dubai pode render US$ 23,4 milhões

Ação coordenada pela BSCA levou 19 empresas brasileiras à World of Coffee, que ...

Vinícolas gaúchas promovem atrações para celebrar a colheita da uva

Crédito: Renato Soares/MTur Tem início a temporada da Vindima no Sul do país ...

Parceria prevê US$ 100 milhões para projetos de redução das emissões de metano

Para secretário de Inovação do Mapa, Fernando Camargo, iniciativa pode ajudar países a ...

Valor da contribuição mensal do MEI vai aumentar em fevereiro

Os microempreendedores individuais devem ficar atentos ao reajuste na contribuição mensal, que passa ...