Fórum Capixaba de Mudanças Climáticas aprova Plano de Descarbonização

Foto: Freepik

O Estado do Espírito Santo deu um passo importante rumo à redução na emissão de gases poluentes. Nesta terça-feira (20), o Fórum Capixaba de Mudanças Climáticas aprovou a primeira fase da execução do Plano de Descarbonização. A proposta traz uma série de estratégias econômicas e políticas para acelerar a transição para uma economia mais limpa e sustentável.

Anúncio

“O Espírito Santo tem sido referência em diversas áreas e estamos dando um passo adiante com o Plano de Descarbonização. Além da redução de emissão de carbono, também vamos gerar oportunidades. Precisamos cumprir metas anuais para atingirmos o Acordo de Paris até 2050. Temos um programa forte e que poderá ser usado como referência para as outras Unidades da Federação”, afirmou o governador do Estado, Renato Casagrande.

Anúncio

O Plano de Descarbonização contempla medidas como a análise de linhas de crédito diferenciado para projetos de descarbonização, a implementação de políticas de regulamentação e atração de investimentos e o estímulo ao investimento público-privado em projetos que apoiem a transição para uma economia de baixo carbono. Além disso, o plano visa fomentar a redução de emissões, criando um potencial competitivo para as empresas locais.

A proposta é fundamental para que o Estado possa cumprir com os compromissos firmados no Acordo de Paris e nas campanhas “Race to Zero” (Corrida para o Zero) e “Race to Resilience” (Corrida para a Resiliência), da Organização das Nações Unidas (ONU). O objetivo é reduzir em 50% as emissões de gases de efeito estufa até 2030 e neutralizar até 2050.

A aprovação do Plano de Descarbonização do Espírito Santo é um importante avanço para o Estado, que se coloca como protagonista no combate às mudanças climáticas e na promoção de um desenvolvimento sustentável. Com a implementação das estratégias propostas, o Espírito Santo se posiciona para alcançar as metas estabelecidas, contribuindo para a mitigação dos efeitos das mudanças climáticas e a preservação do meio ambiente para as futuras gerações.

O secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Felipe Rigoni, falou sobre a importância de se buscar a redução nas emissões de carbono e cumprir com as metas acordadas.

“O que estamos fazendo aqui é muito importante. Os efeitos das mudanças climáticas já começam a ser sentidos e o Plano de Descarbonização é sem dúvidas uma das principais ações para estarmos preparados. O CO2 é o principal causador do Efeito Estufa e precisamos buscar soluções para reduzir essas emissões. Liderados pelo Governador Renato Casagrande, estamos com um dos mais robustos programas do País, que é o Programa Capixaba de Mudanças Climáticas. Ao todo, são mais de 50 ações”, pontuou Rigoni.

Fonte: Governo do Espírito Santo

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Nater Coop anuncia investimento de 8 milhões em novas estruturas de armazém de café no ES

Foto: Divulgação O volume de movimentação chegará a aproximadamente 75 mil sacas por ...

Agronegócio bate recorde de exportações em abril, com US$ 15,24 bilhões

O resultado correspondeu a 49,3% das exportações totais do Brasil Com valor recorde, ...

Sicoob inova experiência com cashback no Super App 

O Sicoob lançou a nova funcionalidade de cashback no Super App. Através do ...

Exportação de café em abril rende a maior receita da história registrada em um mês

Foto: Julio Huber O Brasil exportou 4,222 milhões de sacas de 60 kg ...

Socol pode se tornar patrimônio cultural no Espírito Santo

Foto: Gabriel Lordelo/Divulgação O socol, produto embutido exclusivo de Venda Nova do Imigrante, ...