Frio intenso atinge lavouras de café e preço dispara

A massa de ar frio de origem polar que chegou no final de semana no Sul do Brasil ganhou ainda mais força hoje (20), atingiu a região Sudeste e Centro-Oeste, e já está causando prejuízos em lavoura de café. Esse foi um dos principais fatores para a disparada do preço do grão durante o dia de hoje.

As cotações do mercado futuro do café arábica fecharam em mais de 1.000 pontos, o equivalente a mais de 7%, no pregão desta terça-feira, na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Na última semana de junho o frio intenso já havia afetado lavouras brasileiras, mas dessa vez, a geada prejudicou ainda mais.

Depois da severa seca, as preocupações com os impactos da geada dão suporte aos preços. Segundo produtores da maior área de produção do país, especialistas e analistas de mercado, o frio foi mais intenso do que era previsto e atingiu com geada intensa boa parte do parque cafeeiro, como no Cerrado Mineiro e Alta Mogiana.

Na manhã desta terça-feira, de acordo com o Climatempo, não teve registro de neve ou de chuva congelada, mas a manhã foi congelante no centro-sul brasileiro. Seis estados registraram temperatura negativa: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

Pelas estações meteorológicas, ao menos 80 cidades tiveram temperaturas negativas no Brasil. A campeã neste congelante 20 de julho foi Urupema, que registrou -8,8°C, seguida por Bom Jardim da Serra com -7,4°C, ambas as cidades localizadas na serra catarinense.

A temperatura de -8,8°C em Urupema foi a menor temperatura oficialmente registrada no Brasil neste ano, pela medição do Epagri/Ciram, órgãos de monitoramento climático oficial do governo de Santa Catarina. Apenas o Parque Nacional do Itatiaia (RJ) registrou temperatura mais baixa, com -9,9°C em 1º de julho, mas vale ressaltar que esta estação fica localizada 2.450 metros de altitude, e é natural registrar temperaturas baixas.

MAIS GEADA – Para esta quarta-feira (21), quando completa um mês de inverno, ainda tem previsão de geada para o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo (sul do estado) e Minas Gerais (sul do estado). Porém, com o centro da massa de ar polar (região mais forte do sistema) indo para o mar, as temperaturas já devem ser menos baixas. Ainda devem ocorrer valores negativos, de açodo com o Climatempo.

Últimas notícias

Cavalgada convida população para 54ª Expoagro em Cuiabá (MT)

Foto: Marcelo Camargo – Agronews Uma cavalga reuniu dezenas de cavaleiros e amazonas, na ...

Brasil cria 277 mil novas vagas em maio, batendo recorde 

A economia brasileira gerou, em maio de 2022, 277.018 novas vagas de empregos ...

ABRALEITE promove o 1º Fórum Nacional do Leite

A Associação Brasileira dos Produtores de Leite (ABRALEITE) realizará o 1º Fórum Nacional ...

São Paulo Coffee Festival já tem data confirmada para 2023

Foto: Sergio Parreiras Pereira Entre os dias 24 e 26 de junho de ...

Pecuária leiteira de precisão é tema principal do Anuário Leite 2022

Publicação acaba de ser lançada e está disponível para download no site da ...