Hospital cultiva horta medicinal e aproxima o tratamento hospitalar da cultura indígena

Referência em saúde indígena, o Hospital Bom Pastor, localizado em Guajará-Mirim (RO), no meio da floresta amazônica, adota continuamente estratégias para deixar o ambiente hospitalar mais acolhedor e próximo do que os pacientes, em sua maioria indígenas, encontram nas aldeias. Uma das iniciativas de destaque é o uso farmacêutico de ervas e hortaliças no combate a diversas doenças e sintomas.

Com o projeto “Semear com Amor”, em atividade há cerca de dois anos, a unidade hospitalar cultiva em sua horta medicinal cerca de 35 plantas de 12 espécies. “A equipe de Farmácia Hospitalar faz a colheita e as transforma em chás com diferentes finalidades: calmantes, alívio de dores, gripes, problemas no fígado e no intestino, entre outras”, explica a nutricionista do hospital, Leiliany Ortiz Farias. 

Além da utilização no tratamento terapêutico, os recursos também são aproveitados na cozinha do hospital. As hortaliças, como couve, cebolinha, rúcula e alho, são consumidas diariamente, compondo as dietas dos pacientes e colaboradores, proporcionando uma alimentação com produtos orgânicos, que são mais saudáveis e livres de agrotóxicos e adubos químicos.

“A horta traz elementos típicos da cultura indígena, de forma muito semelhante às cultivadas nas aldeias. Ao longo do tempo, ampliamos a variedade de ervas e hortaliças para que não houvesse nenhuma diferença. Nossos pacientes ficam muito satisfeitos por poderem continuar com a utilização desses produtos aqui, durante o atendimento hospitalar. Se deixar, vão até a horta e consomem direto do pé”, conta profissional.

A horta medicinal também tem entre seus objetivos a sustentabilidade, com o reaproveitamento de materiais como pneus para fazer os canteiros, e a promoção do cuidado ao meio ambiente, além de reduzir custos do hospital. 

Distante dos centros urbanos, o Hospital Bom Pastor está localizado em uma região onde 90% do acesso é feito por meio fluvial. A unidade própria da entidade filantrópica Pró-Saúde é referência no atendimento de saúde para mais de 30 aldeias na região de Guajará-Mirim, em Rondônia. Atende uma população de mais de cinco mil indígenas, com realização de consultas, exames, cirurgias, partos e internações.

“A unidade é totalmente adaptada à cultura indígena, com redes nas enfermarias, ambiente com oca, entre outras características que visam ressaltar o respeito e humanização a este paciente”, enfatiza Jucyleia Carvalho, assistente social. 

“Buscamos continuamente formas de incorporar o entendimento e o respeito à cultura indígena na assistência humanizada, fortalecendo o vínculo com nossos pacientes e a comunidade”, ressalta Geraldo Fonseca, diretor Hospitalar do Bom Pastor. 

Cinco ervas medicinais para cultivar em casa

Hoje (19), no Dia do Índio, conheça cinco ervas medicinais utilizadas há centenas de anos pelos indígenas e seus benefícios. Elas também estão disponíveis na horta medicinal do Bom Pastor e podem ser facilmente cultivadas em casa. 

  • Boldo: contém uma substância ativa chamada boldina, que age como um remédio caseiro que melhora o funcionamento fígado, devido às suas propriedades digestivas e hepáticas. Auxilia no tratamento de problemas na vesícula biliar e diminuição de gases, entre outros benefícios. 
  • Erva-doce: trata diversas condições como dor de barriga, gastrite, inchaços abdominais e cólicas menstruais.
  • Hortelã: atua na digestão e alivia a síndrome do intestino irritável, além de ser eficaz em problemas respiratórios.
  • Capim Santo: também eficaz em problemas gastrointestinais, possui propriedades calmantes, antibacterianas, diuréticas, desinfetantes e antidepressivas. Por conter óleo essencial de citronela, funciona como repelente natural para insetos.
  • Arruda: essencial para o fortalecimento dos vasos sanguíneos, sendo ótima no tratamento de varizes. Além disso, é um poderoso inseticida e vermífugo, combatendo piolhos, pulgas, sarna e vermes. Ajuda ainda a tratar dores reumáticas.

Fonte: Pró-Saúde

Últimas notícias

Operação Colheita apreende armas, drogas e prende 25 criminosos no Estado

Cerca de dois meses após o início das ações, a Operação Colheita, lançada ...

Inmet disponibiliza plataforma de monitoramento de estimativa de geadas no Brasil

O mapa indica a possibilidade da ocorrência de geada, baseada na temperatura mínima ...

Frutas, castanhas e verduras nativas do Brasil estão em nova lista de espécies da sociobiodiversidade com valor alimentício

São considerados produtos da sociobiodiversidade os bens e serviços gerados a partir de ...

Cafés do interior capixaba serão comercializados em evento na Praça do Papa

O café, além de ser fonte de energia, também é fonte de lucro ...

Pif Paf Alimentos compra a Uniaves para ampliar oferta de produtos

Dando sequência à execução do seu plano estratégico de crescimento, a Rio Branco ...