Idaf apreende cargas de madeira no Espírito Santo

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) apreendeu, nesse fim de semana, duas cargas com aproximadamente 43 metros cúbicos de madeira nativa irregular. As ocorrências foram registradas pela equipe do Posto de Fiscalização Agropecuária Zito Pinel, na localidade de Pequiá, em Iúna, na divisa do Estado com Minas Gerais.

De acordo com o diretor-presidente do Idaf, Mário Louzada, as cargas estavam irregulares, porque não tinham o Documento de Origem Florestal (DOF), que é obrigatório. Outra irregularidade constatada foi que os infratores se encontram bloqueados no sistema de emissão do documento, não podendo realizar o comércio legal de material nativo.

Continua após o anúncio

“O Documento de Origem Florestal é uma licença obrigatória para transporte e armazenamento de produtos e subprodutos florestais de espécies nativas brasileiras. O documento é importante para o controle e para evitar falsificações, uma vez que todos os elos da cadeia têm responsabilidade pela procedência e legalidade da madeira que utilizam ou transportam”, ressalta o diretor-presidente do Idaf.

Fonte: Idaf

Últimas notícias

Avião caracterizado de abelha decola em homenagem aos maiores polinizadores do planeta

Piloto de aviões agrícolas há mais de 40 anos, José Paulo Garcia fez ...

Cobra aparece em pátio de prefeitura e é capturada pela Polícia Ambiental

Policiais do Batalhão de Policia Ambiental (BPMA), em Afonso Cláudio, foram acionados para ...

Até quando vai o frio?

De acordo com a Climatempo, a posição da massa de ar polar ainda ...

Exportações do agronegócio em abril alcançam recorde para o mês

As exportações do agronegócio brasileiro em abril totalizaram US$ 14,86 bilhões, valor recorde ...

Crimes ambientais são flagrados e embargados em Marechal Floriano

Uma nova fase da “Operação Curupira”, que visa coibir crimes ambientais no Espírito ...