Irrigação localizada assegura florada em regiões produtoras de café

A florada é uma das fases mais importantes na cafeicultura, pois essa etapa é responsável por definir o potencial produtivo da lavoura para o próximo ano. O que sucedia nos anos anteriores, era que na retomada do período chuvoso, geralmente em setembro/outubro, as gemas se hidratavam, os botões cresciam e, alguns dias depois, ocorria a abertura floral.

Esse ano ocorreu o adiantamento da diferenciação floral, abotoamento e florada dos cafeeiros, que, segundo a Procafé, teve esse comportamento principalmente devido às condições climáticas, estresse hídrico e temperaturas elevadas.

Anúncio

Com o déficit hídrico acumulado na maioria das áreas cafeeiras do Brasil, as plantas estavam estressadas com indução floral adiantada, e com o baixo índice de chuva que sucedeu. Por isso, houve um estímulo da abertura floral. Como esse fator ocorreu em um período seco, é um grande risco para os produtores que não possuem irrigação, pois a abertura floral sem chuvas pode levar ao abortamento das flores e perdas de produção para a safra do próximo ano. Já os produtores que possuem a tecnologia da irrigação conseguiram manter os botões hidratados, garantindo o pegamento da florada.

Anúncio

A irrigação na fase de pré-florada garante plantas hidratadas, com menor índice de estresse hídrico, maior nível de hidratação das folhas, e consequentemente maior hidratação das gemas florais. Isso faz com que a planta chegue à fase de florada mais hidratada e menos estressada, resultando assim em uma porcentagem maior de pegamento floral e menores riscos com abortamento, tendo em vista que plantas com estresse hídrico levam ao abortamento das flores.

Outro aspecto importante para a produção de flores e frutos no café arábica é garantir o crescimento de ramos plagiotrópicos, ou seja, garantir o crescimento vegetativo das plantas, que influencia diretamente no florescimento e frutificação. A irrigação contribui para a formação de folhas novas, e evita a queda prematura delas, assegurando assim uma florada de sucesso.

Segundo a especialista agronômica da Netafim, Gabriela Terra, empresa que possui representantes parceiros em todas as regiões produtoras de café arábica, a irrigação localizada pode oferecer para os produtores um ganho na qualidade e na produtividade dos grãos.

Fonte: Alfapress Comunicações

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Feira de Agronegócios Cooabriel 2024 acontecerá em julho

O evento é considerado o maior do agro no estado do Espírito Santo ...

Café canéfora tem zoneamento de risco climático atualizado

Foto: Humberto Franco O Zarc delimita regiões e épocas de cultivo em classes ...

Senar-ES quer fortalecer o agro em Santa Leopoldina

Contribuir para um cenário de crescente desenvolvimento da produção sustentável no Espírito Santo ...

Ales vai promover sessão em homenagem às mulheres cooperativistas

Foto: Freepik Reunião acontece na próxima semana. Pauta foi proposta pela Comissão Permanente ...

Brasil produziu quase 900 mil toneladas de peixes de cultivo

A piscicultura venceu adversidades e cresceu 3,1% Em 2023 O Brasil produziu 887.029 ...