Maçã e gergelim brasileiros avançam no mercado indiano

As importações globais indianas tem crescido, havendo espaço para o Brasil aumentar ainda mais suas vendas para a o país asiático nos próximos anos

A Índia se tornou o maior destino para a maçã brasileira em 2021, e o gergelim, que teve o mercado aberto no ano passado, já tem no país sul asiático o principal importador. 

A Índia apresentou um expressivo aumento das importações de maçã embarcadas, principalmente, dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. No período de janeiro a junho, as exportações para aquele país oriental foram de US$ 19,03 milhões, quase quatro vezes mais que o exportado no mesmo período de 2020 (US$ 4,9 milhões). Este valor representa 27% das vendas nacionais da fruta. Um total de 23,4 mil toneladas de maçã foram exportadas para a Índia de janeiro a junho. 

“O potencial de aumento das importações do agro brasileiro pela Índia é expressivo. Por isso, é importante incentivar a participação do setor privado em ações de promoção comercial no país asiático”, avalia Jean Marcel Fernandes, diretor do Departamento de Promoção Comercial e Investimentos do Ministério da Agricultura. 

As importações globais indianas tem crescido havendo ainda espaço para o Brasil aumentar ainda mais suas vendas para a Índia nos próximos anos. A população da índia chega perto de 1,3 bilhão, de acordo com a estatística do Banco Mundial (2019).

GERGELIM – O Brasil obteve a autorização para exportar gergelim para a Índia em janeiro do ano passado, sendo que os primeiros carregamentos começaram a chegar no segundo semestre, tendo finalizado o ano com cerca de US$ 17 milhões de exportação do produto, mostrando o alto potencial desse mercado para o Brasil. 

Em 2021, as exportações já somam até junho cerca de US$ 4 milhões, mas as vendas se concentram no segundo semestre, após a colheita da safrinha. 

O gergelim é cultivado, principalmente, no Mato Grosso, onde se tornou uma importante opção para a safrinha após a colheita da soja.

A Índia é um grande produtor e exportador de gergelim, no entanto, importa o produto para processamento durante a entressafra.  

FRUTAS BRASILEIRAS NO MUNDO – O Brasil também está aumentando a exportação de outros tipos de frutas para diversos países. Cerca de 81% do total de US$ 1 bilhão em exportações das frutas nacionais em 2020 tiveram como destino a União Europeia (51,4%), os Estados Unidos (14,7%) e o Reino Unido (14,6%). 

“O Brasil é grande produtor de frutas, mas ainda exporta pouco. Por isso, precisamos promover o setor.”, afirma Fernandes. 

Com o câmbio favorável e a busca por alimentos saudáveis, exportadores de frutas pretendem faturar 15% mais com vendas externas até o fim do ano, de acordo com a Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas). Parte da meta, US$ 510 milhões, já foi obtida no primeiro semestre.

O Brasil é o terceiro maior produtor de frutas do mundo, com 45 milhões de toneladas por ano. O setor emprega 5 milhões de pessoas.

Os principais exportadores mundiais de frutas em 2020 foram os Estados Unidos, com US$ 15,9 bilhões e 13,6% de participação; China, com US$ 9,2 bilhões e 7,9%; União Europeia, com US$ 8,4 bilhões e 7,2%; México, com US$ 7,1 bilhões e 6,1%, e Chile, com US$ 6,1 bilhões e 5,2%. O Brasil ficou na 26ª colocação, com market share de 0,9%.

Em 2020, as principais frutas exportadas pelo Brasil foram: mangas, com US$ 247,4 milhões e 24,6% do total exportado no período; melões, com US$ 147,9 milhões e 14,7% de participação; nozes e castanhas, com US$ 126,9 milhões e 12,6%; uvas, com US$ 109,1 milhões e 10,8%; e limões e limas, com US$ 102,2 milhões e 10,1% de participação.

Segundo a SCRI/Mapa, a tendência é que se destaquem as frutas nas quais o Brasil tem maior competitividade internacional, como mangas, melões, castanhas, uvas e limões e limas.

Entre 2016 e 2020, a taxa de crescimento médio anual das exportações mundiais de frutas foi de aproximadamente 4%. Se o Brasil replicar essa taxa nos próximos anos, registrará ganhos anuais próximos a US$ 40 milhões.

Fonte: Mapa

Últimas notícias

Cursos de tratorista e cultivo de cacau exclusivos para mulheres

Registro de ação do projeto “Mulheres do Cacau” com produtoras rurais As mulheres estão ...

Mapa destrói 58 mil garrafas de azeite de oliva fraudado

Foi a maior apreensão já realizada pelo Ministério da Agricultura no país desde ...

Campanha pretende estimula consumo do produto no país

Tema foi debatido durante reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite ...

Conab afirma que clima prejudica oferta de hortaliças e frutas no país

Quem procura preços baixos no atacado terá que aguardar mais um pouco até ...

Congresso Brasil-Alemanha de Inovação acolhe também o tema de sustentabilidade

Um dos eventos mais tradicionais do ecossistema brasileiro de inovação e o maior ...