Mais de R$ 250 milhões são disponibilizados para Programa de Aquisição de Alimentos

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) conta com R$ 250,5 milhões para a operação do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O montante foi repassado para a Companhia pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS). A maior parte do orçamento será destinada para a Compra com Doação Simultânea (CDS), mas também haverá recursos para execução de outras modalidades.

A região Nordeste irá receber a maior parte do recurso, com cerca de R$ 117,7 milhões, o que representa 46,97% do total. Dentre os estados nordestinos, destaque para a Bahia, que contará com quase R$ 29 milhões, e Maranhão com pouco mais de R$ 20 milhões para a agricultura familiar do Estado. Em seguida, o Norte do país terá o aporte de aproximadamente R$ 55 milhões, enquanto que no Sudeste o orçamento é de R$ 33,5 milhões, no Centro Oeste R$ 23,96 milhões, e no Sul R$ 20,4 milhões.

Anúncio

As cooperativas e associações devem procurar a regional da Conab em seu Estado para saber a classificação do projeto apresentado. Terão prioridade de venda ao PAA povos indígenas, povos e comunidades tradicionais, assentados da reforma agrária, pescadores(as), juventude rural, entre outros, assegurando a justiça de gênero, com participação de no mínimo 50% de mulheres.

Anúncio

O Programa também permite ao Poder Executivo de todas as esferas de governo (federal, estadual, distrital e municipal) comprar diretamente os produtos da agricultura familiar, desde que atendidos requisitos específicos previstos na legislação.

A Lei que retoma o PAA (Nº 14.628) foi sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no dia 20 de julho. O Programa, criado há 20 anos no âmbito da estratégia Fome Zero, une o incentivo à produção das agricultoras e dos agricultores familiares ao fornecimento de alimentos a pessoas em situação de vulnerabilidade e insegurança alimentar.

Por meio do PAA, os produtos da agricultura familiar são destinados a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional atendidas por programas de ações da rede socioassistencial, equipamentos públicos e sociais de segurança alimentar e nutricional, e demais entidades de atendimento acompanhadas pelos conselhos municipais e estaduais de políticas temáticas. O Programa também possibilita a formação de estoques pelas cooperativas e demais organizações da agricultura familiar, bem como o atendimento às demandas de gêneros alimentícios e materiais propagativos.

Fonte: Conab

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Festival gastronômico celebra cultura capixaba com o Fest Torta em Vitória

Neste sábado (20) e domingo (21), no bairro Jesus de Nazareth, em Vitória, ...

Espírito Santo vai receber primeira Usina de Biometano para uso industrial e residencial

Foto: Hélio Filho/Secom Em um passo histórico rumo à sustentabilidade, o Espírito Santo ...

Valor bruto da produção ultrapassa R$ 1,14 trilhão em março

Soja, milho, Cana-de-açúcar, café e laranja foram responsáveis por 52% do valor total ...

Nater Coop premia startups em Programa de Inovação Aberta

Foto: Bruno Faustino Ao longo de 2023, a cooperativa impulsionou a inovação lançando ...

ES firma acordo para ampliar alcance de frutas e especiarias capixabas no mercado internacional

As frutas e especiarias produzidas no Espírito Santo ganharão ainda mais reconhecimento internacional, ...