Mais de R$ 400 milhões em negócios são gerados em edição histórica do Festuris

Fotos: Julio Huber

Uma edição que irá ficar marcada na história da Feira Internacional do Turismo de Gramado (Festuris). No ano em que comemora sua 35ª edição, o maior evento de turismo das américas, que terminou no último sábado em Gramado, na Serra Gaúcha, celebra a participação de 15 mil visitantes e mais de R$ 400 milhões de negócios gerados.

Segundo a organização, o evento cresceu 23% em relação ao ano passado e ocupou pela primeira vez os três pavilhões do Serra Park, totalizando 27 mil metros quadrados de área construída. Em 400 estandes estiveram reunidas 2.700 marcas e foram promovidos 40 destinos internacionais e todas as regiões do Brasil. Ao todo, foram sete palcos de conteúdo. “É uma satisfação muito grande ver o sucesso do evento e o desenvolvimento do turismo cada vez mais a partir do Festuris”, comenta Eduardo Zorzanello, CEO do evento e da empresa Rossi & Zorzanello, realizadora da feira.

MINISTRO DO TURISMO – O ministro do Turismo, Celso Sabino, participou da abertura oficial do evento, ocorrido na noite da última quinta-feira (9). E não faltou emoção na solenidade da feira, realizada no Palácio dos Festivais de Gramado. Os anfitriões Marta Rossi e Eduardo Zorzanello, CEOs do Festuris, foram elogiados pela realização do evento. “Parabéns a Marta e Eduardo, parabéns a Gramado e vida longa ao Festuris”, desejou o ministro do turismo.

Fotos: Gustavo Merolli

Também o secretário estadual de turismo, Luiz Fernando Rodriguez Júnior fez coro à fala do ministro. Segundo Rodriguez, Gramado serve de exemplo para o Brasil como um turismo de sucesso. “Aqui realmente existe a parceria público-privada e o governador Eduardo Leite garantiu que não faltará recursos para o turismo gaúcho”, afirmou Luiz Fernando.

A internacionalização do Festuris foi lembrada pelo ministro do turismo do Uruguai, Tabaré Viera. Para ele, o incremento do setor no Mercosul é fundamental para o desenvolvimento da América do Sul. “Para nós é muito importante estar aqui, em Gramado, para debater e solidificar o intercâmbio entre Brasil e Uruguai. Estamos no Festuris com uma delegação de 120 pessoas”, assegurou Tabaré.

O prefeito de Gramado, Nestor Tissot, lembrou que o turismo é a base da economia  do município e que o Festuris tem tido um papel muito importante na divulgação da cidade. “Acompanhei de perto esta caminhada que hoje é aplaudida por 40 mil gramadenses”, frisou.

O Festuris contou com a cobertura de 600 profissionais de comunicação, entre eles 26 jornalistas da imprensa internacional e mais de 100 hosted buyers, procedentes do Uruguai, Argentina, Peru, Colômbia, México, República Dominicana, Estados Unidos, Portugal e Espanha.

METTING – O ser humano como centro do mundo. Este foi o enfoque da palestra do escritor e mestre em sociologia Luiz Fernando Reginato, na abertura do Meeting, realizado no primeiro dia de feira (10). “Os protagonistas somos nós, por isso é primordial a reconexão entre o homem e os negócios”, disse Reginato, lembrando o tema do evento: Capital Humano: Chave da Transformação.

A visão de futuro veio por intermédio do presidente da MSC Cruzeiros do Brasil, Adrian Ursilli. O empresário lembrou da importância do compromisso com a sustentabilidade. “Não há como pensar o futuro do setor sem olhar com especial atenção para o cuidado do meio ambiente”, adverte Ursilli, fazendo questão de lembrar que 71% do planeta é água.

Para estabelecer as conexões com o mundo virtual, subiram ao palco Ana Mudalen, Luciano Palumbo e Caio Mudalen. O trio trouxe à tona a integração das redes sociais com o trade turístico através do tema Autenticidade na Internet – como criar, promover, segmentar e converter nas plataformas digitais.

Baseado sobretudo na sua trajetória de vida, o presidente da Calçados Beira Rio, Roberto Argenta, apresentou o tópico “Uma Jornada de Desenvolvimento Pessoal e Empresarial. Argenta enumerou características que considera imprescindíveis para o êxito empresarial.

Renata Vescovi, do Sebrae do Espírito Santo, falou sobre turismo de experiência

O turismo de experiência foi tema da apresentação de Renata Vescovi, do Sebrae do Espírito Santo. Ela falou sobre esse segmento do turismo que tem sido desenvolvido e até ganhou um polo nas montanhas do Espírito Santo.

SUCESSO DE PÚBLICO – Em clima de confraternização e bons negócios o Festuris foi encerrado no último sábado (11). Apesar do levantamento ainda não estar concluído, a expectativa é de que o evento tenha superado os R$ 400 milhões em negócios nos dois dias de feira, no Serra Park. “Nas conversas com os expositores e no semblante das pessoas tivemos a confirmação de que o evento superou as expectativas”, afirmou Eduardo Zorzanello.

Fotos: Gustavo Merolli

“A cada ano a responsabilidade de entregar um evento com expositores e buyers qualificados aumenta. Muitos participantes nos abordaram e, com carinho, disseram estar satisfeitos. Nós ficamos muito felizes por esses feedbacks”, completa a fundadora e CEO do evento, Marta Rossi.

MULHERES – As mulheres tomaram conta da 35ª edição da Feira Internacional do Turismo de Gramado na manhã de sábado, no Meeting do Festuris. A maratona feminina começou com Tiziana Ludwig, diretora do Instituto Ludwig & Poloni, seguiu com Simone Pereira, CEO do Hotel Marajó, passou pela apresentadora e produtora de conteúdo Patty Leone e terminou com a fundadora da Iara Turismo, mais conhecida como Tia Iara.

Com o tema “Liderança Positiva: Novo Líder Para Uma Nova Era”, Tiziana citou a teoria desenvolvida pelo professor e escritor norte-americano, Martin Seligman, a Psicologia Positiva. Segundo o autor, o estudo está baseado em três pilares: as emoções, o engajamento e os relacionamentos. “A ideia é buscar a felicidade através do bem estar, experiências de contentamento e ter em mente que a vida possui sentido e que vale a pena”, ponderou Tiziana.

Mas o time feminino tinha mais integrantes para subir ao palco. Patty Leone contou sobre a sua trajetória como produtora de conteúdo. Ela é uma defensora intransigente da produção e disseminação de produtos pela internet. “Compartilhem informações, invistam na qualificação. Uma boa ideia não basta, é preciso colocá-la em prática, ter persistência”, insistiu.

Na mesma linha, Simone Pereira lembrou os seus 19 anos de experiência à frente do turismo na Ilha do Marajó, extremo norte do Brasil, com o painel Mulheres Fortes do Norte.

E para fechar o time feminino, Tia Iara levou à plateia o tema “Aos 80 Sem Parar. Empreendendo no Turismo com Energia e Otimismo na Melhor Idade”. Uma das pioneiras do turismo no Rio Grande do Sul, do alto dos seus 83 anos de idade, a fundadora da Iara Turismo passeou pelo seu passado, pontuou o presente, mas sobretudo, mostrou que o futuro é logo ali.

O patrocínio do Festuris foi do Ministério do Turismo, CVC e do Sebrae. O evento contou como anfitriões a cidade de Gramado e o Estado do Rio Grande do Sul, e o Uruguai foi o país convidado de honra. Assinaram oficialmente o evento a Rede Laghetto de Hotéis, a Agência Turistur Turismo, a transportadora terrestre Planalto, a móveis Real Wood Concept, Miroh Chocolates e vinícola Lídio Carraro. O Pompéia Ecossistema de Saúde assinou como assistência médica oficial do evento. Apoio foi da CNC.

Fonte: Festuris

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Fendt lança combo com trator versátil e versões menores de plantadeira dobrável

Fotos: Divulgação Novidade reúne versatilidade, eficiência operacional e alta precisão A Fendt é ...

Agricultores de Ecoporanga se regularizam para venda direta de produtos orgânicos

Um grupo de agricultores familiares do município de Ecoporanga foi contemplado com a ...

Capacitação para operação de secagem e armazenamento de grãos preza pela segurança dos trabalhadores no Oeste baiano

No Oeste da Bahia, região essencialmente agrícola, a crescente necessidade de instalação de ...

Exportação de gengibre mais que dobra em janeiro de 2024

O valor exportado com o gengibre capixaba no primeiro mês deste ano foi ...

Mecanização é o caminho para a produtividade na silvicultura

A mecanização veio trazer novos ventos de prosperidade para a silvicultura. Nos últimos ...