Mais um município entra em Risco Alto para o coronavírus e classificação fica por 14 dias

Julio Huber

Com mais de mil mortes anunciadas no Espírito Santo causadas pelo coronavírus neste sábado (13), o governador Renato Casagrande anunciou, durante um pronunciamento oficial no início da tarde de hoje, que mais um município entra para a classificação de Risco Alto. Entretanto, nenhum município do Estado passará para o Risco Extremo, quando as regras de isolamento e as restrições dos comércios são maiores.

“Enquanto não atingirmos mais de 91% de ocupação dos leitos de UTI, e esperamos que continue assim, não teremos municípios em Risco Extremo”, informou. Entretanto, o número de municípios na matriz de Risco Alto passou de 36 para 37, com a entrada na lista de Divino de São Lourenço. Os demais 41 municípios capixabas permanecerão na classificação de Risco Moderado.

A partir da próxima segunda-feira (15), os municípios ficarão por 14 dias na classificação anunciada hoje, não mais por uma semana, como era até então. Entretanto, os municípios podem entrar em classificação superior, se o risco aumentar durante a semana.

“Hoje, o Espírito Santo ultrapassou as mil mortes pela Covid-19. Isso é uma notícia triste, e gostaria de me solidarizar com as famílias dessas pessoas que perderam a vida. Assinei hoje um decreto que declara luto oficial de três dias pelas pessoas que perderam a vida. Esse é um momento em que temos que tomar decisões muito difíceis. Exige liderança, trabalho, ação e diálogo”.

Segundo ele, o Brasil não tem uma coordenação para enfrentar a pandemia. “O governo federal não conseguiu liderar uma ação integrada para enfrentar a pandemia. Essa ausência do governo federal aumenta nosso trabalho e nossa responsabilidade. Vemos a maior autoridade do país com atitudes diferentes, inclusive orientando a pessoas a invadirem os hospitais”, lamentou Casagrande, se referindo ao presidente Jair Bolsonaro.

O governador informou que foram abertos 1.300 leitos de UTI e enfermaria para enfrentar a pandemia. Casagrande informou que até o final do mês de junho serão 700 leitos de UTI abertos no Estado. “Nós nunca descartamos fazer hospitais de campanha, mas preferimos deixar um legado para a população, que é a abertura desses leitos e deixar para a sociedade capixaba. Os hospitais de campanha são abertos e depois fechados”, informou o governador.

O governador ressaltou que cabe a todos ajudar a reduzir o risco de contágio do coronavírus, mantendo o distanciamento social. “Até este fim de semana conseguimos fazer todos os testes que estavam no laboratório Lacen. Conseguimos zerar a fila. Fizemos quase 70 mil testes entre o público e privado”, disse.

O governador reforçou o pedido para que as pessoas mantenham o distanciamento. “Estamos em fase crescente do contágio, e é preciso ficar em casa. Se sair, use máscara e mantenha do distanciamento e todas as medidas já anunciadas para reduzir o risco de contágio”, finalizou Casagrande.

Fazem parte do grupo de municípios em Risco Alto: Afonso Claudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Anchieta, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Divino de São Lourenço, Ecoporanga, Fundão, Guarapari, Ibiraçu, Ibitirama, Itapemirim, Itarana, João Neiva, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mucurici, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São José do Calçado, São Roque do Canaã, Serra, Viana, Vila Velha e Vitória.

Estão no grupo de Risco Moderado os municípios de Alegre, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivacqua, Brejetuba, Castelo, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Iconha, Irupi, Itaguaçu, Iúna, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, Laranja da Terra, Linhares, Marilândia, Mimoso do Sul, Montanha, Muniz Freire, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Ponto Belo, Rio Bananal, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, São Gabriel da Palha, São Mateus, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Vila Pavão e Vila Valério.

A Matriz de Risco, que está em sua terceira fase, leva em consideração como critérios de classificação o Coeficiente de Incidência de casos confirmados nos municípios, a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), os índices de isolamento social e de letalidade da doença, além do percentual da população acima dos 60 anos – considerado como grupo de risco.

Confira, abaixo, o mapa de risco atualizado, que terá validade por 14 dias!

Últimas notícias

Homens são presos saindo de mata com animal abatido

Dois homens foram detidos em flagrante enquanto saiam de uma mata com uma ...

Seca e calor devem afetar próximas duas safras de café no Brasil

Foto: Julio Huber Em reunião virtual realizada na última segunda-feira (30), os conselheiros ...

Polícia identifica desmate ilegal e apreende pássaros em Santa Maria de Jetibá

O Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) constatou desmatamento com corte seletivo de ...

Quais as recomendações para viabilizar os canaviais transgressivos?

Os canaviais transgressivos são viáveis para a canavicultura brasileira. O caminho que leva ...

Agricultores capixabas são autorizados a usar água rio Itabapoana para irrigação

A Agerh analisou 250 processos e emitiu 70 Outorgas de Uso da Água ...