Mapa discute demandas da pecuária brasileira em Uberaba

Ministro Carlos Fávaro e equipe do Mapa estiveram na sede da ABCZ para ouvir as sugestões dos representantes do setor produtivo

Na primeira audiência itinerante do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) com representantes do setor produtivo, o ministro Carlos Fávaro e os secretários da pasta estiveram neste sábado (4) na sede da Associação Brasileira de Criadores de Zebu, em Uberaba (MG), para ouvir as principais reivindicações e debater soluções.

Segundo o ministro, esta foi a primeira de muitas reuniões que serão realizadas pelo Mapa em diversos locais do país para colher as demandas do setor e implementar como políticas públicas no Ministério. “Temos que construir pontes, respeitando as posições divergentes. Mas todos aqueles homens e mulheres produtores que querem construir um futuro melhor para o agronegócio terão as portas abertas no nosso governo para que possamos fazer esse setor cada vez mais forte e sustentável”, disse Fávaro. 

Anúncio

Após o primeiro encontro com as entidades, os secretários do Mapa realizaram audiências para tratar dos temas específicos de cada área. As cinco secretarias do Mapa estiveram presentes: o secretário-executivo, Irajá Lacerda; o secretário de Defesa Agropecuária, Carlos Goulart; O secretário-adjunto de Política Agrícola, Wilson Vaz de Araújo; o secretário de Comércio e Relações Internacionais, Roberto Perosa, e a secretária de Inovação, Desenvolvimento Sustentável, Irrigação e Cooperativismo, Renata Miranda.

Anúncio

SUSTENTABILIDADE – Os representantes da ABCZ apresentaram ao Mapa o programa Integra Zebu, que tem como objetivo propor e divulgar soluções para intensificar a produção das pastagens brasileiras. Segundo o ministro, a proposta está plenamente alinhada com a política do Mapa. “Vai ao encontro daquilo que propusemos no plano de governo do presidente Lula para a agropecuária brasileira, que é transformar a pecuária de baixa produtividade em uma agricultura de alta produção”. 

“Durante muito tempo, por desconhecimento e informações incorretas, o agronegócio recebeu críticas injustas no Brasil e no mundo. Fato que hoje amplia o debate sobre a sustentabilidade, tão evidente nos últimos meses com a expectativa das transições do governo”, disse o presidente da ABCZ, Gabriel Garcia Cid.

Também participaram do evento o secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Thales Fernandes; a prefeita de Uberaba, Elisa Araújo; o presidente da Faemg, Antonio Pitangui de Salvo; o superintendente Federal de Agricultura e Pecuária de MG, Marcílio Magalhães, e os deputados federais Zé Silva e Samuel Viana.

Fonte: Ministério da Agricultura

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Festival gastronômico celebra cultura capixaba com o Fest Torta em Vitória

Neste sábado (20) e domingo (21), no bairro Jesus de Nazareth, em Vitória, ...

Espírito Santo vai receber primeira Usina de Biometano para uso industrial e residencial

Foto: Hélio Filho/Secom Em um passo histórico rumo à sustentabilidade, o Espírito Santo ...

Valor bruto da produção ultrapassa R$ 1,14 trilhão em março

Soja, milho, Cana-de-açúcar, café e laranja foram responsáveis por 52% do valor total ...

Nater Coop premia startups em Programa de Inovação Aberta

Foto: Bruno Faustino Ao longo de 2023, a cooperativa impulsionou a inovação lançando ...

ES firma acordo para ampliar alcance de frutas e especiarias capixabas no mercado internacional

As frutas e especiarias produzidas no Espírito Santo ganharão ainda mais reconhecimento internacional, ...