Ministra da Agricultura recebe demandas do setor de cafés do Brasil

O presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), Silas Brasileiro, reuniu-se com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, na última semana, para tratar de assuntos de interesse da cafeicultura brasileira e apresentar a nova governança da entidade.

Também participaram da audiência o secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, Fernando Silveira Camargo; o diretor do Departamento de Desenvolvimento das Cadeias Produtivas, Alexandre de Oliveira Barcellos; a diretora do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação, Mariane Crespolini; e o diretor do Departamento de Comercialização e Abastecimento da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, Silvio Farnese.

Entre os assuntos encaminhados pelo CNC está o estabelecimento das bases para um programa de pagamentos por serviços ambientais aos cafeicultores, a partir da metodologia desenvolvida pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA). A proposta é fruto do acordo de cooperação técnica entre o CNC e o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), para desenvolvimento em parceria com o Mapa.

O programa objetiva intensificar o uso das boas práticas conservacionistas nas propriedades cafeicultoras e a valorização dos serviços ambientais prestados pelos produtores à sociedade. Seus resultados contribuirão para o reforço positivo da imagem dos cafés do Brasil no quesito sustentabilidade. “Com o desenvolvimento desse projeto, será possível mostrar aos consumidores nacionais e internacionais, com dados quantitativos, a importância de nossos cafés para o meio ambiente, em especial para a preservação dos recursos hídricos”, comenta o presidente do CNC.

Silas Brasileiro também apresentou à ministra Tereza Cristina a nova governança do CNC, que agora inclui quatro comitês técnicos nas áreas de sustentabilidade, pesquisa & tecnologias, estatísticas e comunicação. “Discutimos com a ministra os trabalhos em desenvolvimento nos comitês que possuem sinergia com o Ministério da Agricultura, visando maior integração das ações para o benefício direto dos cafeicultores e de suas cooperativas”, esclarece.

Destaque foi dado aos encaminhamentos da reunião do Comitê de Estatísticas do CNC com a equipe da Diretoria de Política Agrícola e Informações da Companhia Nacional de Abastecimento (Dipai/Conab), realizada no dia 27 de maio, quando foram apontadas as dificuldades orçamentárias existentes para a atualização do mapeamento do parque cafeeiro. “Sugerimos à ministra caminhos administrativos que viabilizem a liberação de recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) para reforçar a equipe da Conab dedicada à geração das estatísticas cafeeiras do Brasil”, explica Brasileiro.

Por fim, o presidente do CNC também convidou a ministra da Agricultura para participar do evento de comemoração do aniversário de 40 anos do Conselho Nacional do Café, que será realizado no dia 08 de julho. A ministra Tereza Cristina considerou relevantes os assuntos tratados e encaminhou as propostas apresentadas pelo presidente do CNC para análise da equipe técnica do Mapa.

Fonte: CNC

Últimas notícias

Cooperativas capixabas podem usar Funsaf para modernização da produção agrícola

A economia colaborativa é realidade no Espírito Santo há anos. No mundo agropecuário, ...

Recuperação de nascentes beneficia comunidade rural

Uma parceria firmada entre Emater-MG, prefeitura, Copasa e produtores rurais permitiu a criação ...

Faculdade CNA está com inscrições abertas para o vestibular

A Faculdade CNA está com inscrições abertas até o dia 23 de fevereiro ...

Inscrições para coordenação de pesquisa sobre peixes começam na segunda-feira (24)

As inscrições para a seleção de coordenador de projeto de pesquisa do Instituto ...

Venda Nova do Imigrante é destaque em projeto de qualificação do turismo rural

A rota de Agroturismo em Venda Nova do Imigrante foi validado pelo Ministério ...