Mudas de café conilon clonal são produzidas e plantadas nas montanhas

Santa Maria de Jetibá, conhecida como a cidade que mais produz ovos no Brasil, é um município de clima frio, o que contribui para a produção de hortifrútis – outro destaque estadual – e também para o cultivo de café arábica, variedade indicada para a região de montanhas.

No entanto, o produtor rural e empresário Anderson Percílios, proprietário do Viveiros Eco Mudas, decidiu inovar. O viveiro já produz mudas de café arábica, eucalipto, palmito pupunha e demais variedades de plantas há décadas e agora aceitou o desafio de produzir também a variedade de café conilon clonal.

“Nossa família produz mudas de café arábica desde a década de 70, se tornando um importante pólo de produção de mudas, pois utilizamos diversos viveiros e todos de base familiar. Há algum tempo começamos a perceber uma crescente demanda também para o plantio de mudas de café conilon clonadas e alguns produtores rurais também começaram a implantar a nova cultura no próprio município, mesmo sendo indicada para locais mais quentes. Já existem lavouras formadas há algum tempo e de acordo com seus produtores, a produtividade tem sido satisfatória” relata o produtor Anderson Percílios.

A exportação do café conilon teve a segunda maior média mensal em 22 anos, no último mês de fevereiro. De acordo com o Centro de Comércio do Café de Vitória (CCCV), foram vendidas, em fevereiro deste ano, 300 mil sacas, uma alta de 40% comparado ao volume exportado em 2020. A maior média mensal foi em fevereiro de 1999, quando foram exportadas 318.755 mil sacas.

O Espírito Santo é o maior produtor de café conilon do Brasil, correspondendo a 75% da produção no país e o setor não para de crescer. A receita total exportada no último mês supera os U$$ 26 milhões, sendo 45% superior à receita exportada no mesmo mês em fevereiro de 2020. O preço médio de cada saca comercializada gira em torno de U$$ 85 dólares, sendo 3% superior em relação ao mesmo período do ano passado. O café arábica, no entanto, registrou uma queda de 18% no volume exportado no último mês de janeiro, se comparado com o mesmo mês de 2020, com o total de 69 mil sacas exportadas.

Percílios contou que no Viveiros Eco Mudas são produzidas as seguintes variedades clonais: K61, CV, P1, VERDIM, LB1 e A1. Outras variedades podem ser previamente encomendadas ao Viveiro através dos telefones ou pelo WhatsApp: (27) 99902-1038 ou 99819-6056. Além disso, variedades de café arábica continuam sendo produzidas normalmente.

Últimas notícias

Menor oferta mundial de café impulsiona valores futuros

Os contratos futuros do café arábica tiveram desempenho positivo nesta semana, voltando a ...

Doze municípios do Espírito Santo passam para risco baixo de contaminação da Covid-19

O Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira (07), o 54º Mapa de Risco ...

Seminário discute déficit de armazenagem para grãos e aponta soluções emergenciais

A constatação da necessidade de aumentar o espaço para armazenar grãos nas principais ...

Conquistas no campo são alcançadas com o auxílio da Contribuição Sindical Rural

A Contribuição Sindical Rural (CSR) fortalece a categoria rural, e, é através dela ...

Ceasa-ES inicia coleta de culturas de produtos do mercado para análise

Ação vem sendo realizada em parceria com o MPES e a Vigilância Sanitária ...