Não descuide de seu cavalo durante a pandemia

Durante a Covid-19 mantenha a dieta e as atividades físicas do cavalo atleta de forma correta

É fato que a pandemia deu uma reviravolta em todos os mercados e segmentos do mundo. Os eventos de cavalos, por enquanto, estão cancelados, porém para não perder o trabalho realizado até agora, cuidados com manejo, alimentação, higienização e preparo físico precisam ser mantidos, mesmo que sejam necessárias adaptações no preparo físico e na nutrição. O Portal Revista Negócio Rural separou algumas dicas com o auxílio da médica veterinária e supervisora de assistência técnica de equinos da Guabi Nutrição e Saúde Animal, Natália Telles Schmidt.

Antes de iniciar a mudança da dieta é importante a assistência de um veterinário ou de um zootecnista para que, juntamente com quem monta o cavalo, possa se estabelecer a exigência nutricional do animal e com isso determinar a melhor alimentação para o período. É essencial que a saúde do animal seja preservada e a melhor dica é cuidar de sua alimentação e de seu condicionamento físico. 

Seguem as dicas:

  1. Ofereça água limpa e à vontade.
  2. A escolha da ração depende da qualidade e quantidade de volumoso ofertado ao animal, assim como a atividade física que o cavalo desempenha. Rações com extrato etéreo mais alto e por consequência mais calorias devem ser destinadas aos animais que estão trabalhando.
  3. Volumoso: o ideal é que um cavalo consuma em média 1,5% do peso vivo de volumoso, considerando matéria seca. Para cavalos, recomenda-se, em especial, tifton, coast-cross, vaqueiro e jiggs. Caso opte por fornecer feno de alfafa, o correto é que essa leguminosa seja 30% do total do volumoso diário, ou seja, para cavalos adultos em torno de 3kg/dia.
  4. Manter a suplementação mineral é essencial. A quantidade pode variar entre 50 e 120g para um animal adulto em função da intensidade do trabalho realizado.
  5. Suplementação: é válida e recomendada desde que já tenha sido ajustado itens essenciais na dieta, tais como, água, volumoso, ração e suplemento mineral. Mas vale a dica: se o treinamento vem sendo mantido e o cavalo é suplementado por indicação de um profissional, aconselho a manutenção da suplementação.
  6. Nesse momento em que não há provas, o ideal é manter o condicionamento físico dos animais dentro de um programa pré-estabelecido por um profissional da área. O bom cavalo atleta é aquele que faz a atividade que lhe é proposta com gosto, portanto manter o treinamento é importante para a saúde física e mental dos cavalos.

Sendo assim, a dieta ofertada deve ser de acordo com atividade física desempenhada, então o fato de não haver provas, não significa que deve diminuir consideravelmente a energia da dieta. Para um adequado condicionamento dos sistemas cardiorrespiratório e musculoesquelético é importante que tenham substratos energéticos e aditivos provenientes da ração. Com isso, é possível minimizar lesões musculares, evitar fadiga e oscilações no peso do animal.

Fique atento:

1.- É importante esclarecer que não há evidências de que cavalos ou outros animais adoeçam de Covid-19. Mas, é importante sempre ficar de olho nas pessoas que cuidam de seu animal. O proprietário precisa ter planos alternativos, caso haja necessidade de troca de profissional. O foco é cuidar tanto da saúde do animal quanto das pessoas.

 2.- Quais os cuidados que devem ser tomados referentes à limpeza e desinfecção dos ambientes que o cavalo frequenta? Tem muitas pessoas que não apresentam sintomas do coronavírus, porém podem transmitir o vírus, sem que saibam, para outros profissionais da propriedade. Portanto, se há mais que um cuidador, limpar e desinfectar superfícies usadas, pelo menos duas vezes ao dia, é uma boa dica. Quando a gente fala de limpeza inclui: baldes de água e de ração (alças e cabos de vassoura); cabresto; maçanetas das portas do estábulo e do celeiro; mangueiras; torneiras de água, entre outros. Esta higienização deve ser realizada com água e sabão, porém são bem-vindos outros produtos de limpeza, como desinfetantes, álcool, etc. Os pequenos objetos, utilizados durante o manejo, também devem ser higienizados da mesma forma.

Últimas notícias

CNC mantém trabalho para alavancar consumo global de café

O Conselho Nacional do Café (CNC) participa ativamente da Força-Tarefa Público-Privada do Café ...

Live da Favesu apresenta novidades para suinocultura

A organização da 6ª Feira de Avicultura e Suinocultura Capixaba (Favesu) iniciou, na ...

Crédito para custeio beneficia o planejamento no campo

A linha de crédito rural para custeio antecipado é uma importante ferramenta de ...

Preços de café batem recordes no mês de fevereiro no Espírito Santo

Os preços de café no Espírito Santo, em fevereiro deste ano, valorizaram em ...

Morre um dos mais importantes touros da raça Gir Leiteiro

Dragão TE morreu no dia 1º de março e deixa importante legado para ...