Nater Coop vai investir R$ 10 milhões para expandir condomínios agropecuários

Foto: Nater Coop

O modelo de condomínios agropecuários, modalidade em que a Nater Coop é pioneira no Espírito Santo, ganhou um reforço importante a partir do Decreto Estadual Nº 5.254-R, publicado em dezembro/2022. O decreto permite que as cotas de participação em condomínios possam ser adquiridas por qualquer cidadão brasileiro, independentemente de ser produtor rural, ampliando o leque de investidores. A Nater Coop opera condomínios nas áreas avícola e leiteira e, com essa possibilidade, espera ampliar o número de empreendimentos nos próximos dois anos, com um aporte que pode chegar a R$ 10 milhões.

Anúncio

Os condomínios agropecuários são uma alternativa focada em eficiência operacional para quem deseja atuar na produção de ovos e de leite, por exemplo, sem realizar um grande investimento em sua propriedade. Pelo modelo praticado até então, os produtores cooperados se unem e dividem os investimentos feitos em ativos biológicos, custos operacionais diretos e os resultados da atividade. O novo decreto vai permitir que investidores brasileiros, de qualquer localidade invistam nos condomínios da Nater Coop, por meio da aquisição de cotas, e se tornem produtores de leite e de ovos no Espirito Santo.

Anúncio

No modelo de condomínios agropecuários a cooperativa fornece os insumos para a atividade (frangas/vacas, rações, medicamentos, consultoria técnica e mão de obra especializada), investe na infraestrutura (galpões/pastos), adquire equipamentos e toda a tecnologia necessária e cuida do manejo e da comercialização, prestando contas mensalmente aos investidores sobre o desempenho técnico e econômico da atividade. A Nater Coop conta atualmente com pouco mais de 100 condôminos que são responsáveis por 330 vacas leiteiras e 300 mil aves em produção.

Marcelino Bellardt, diretor-geral da Nater Coop, explica que a cooperativa deu início ao investimento nesse modelo de produção há mais de seis anos, com foco em ovos e leite. O primeiro condomínio avícola para postura comercial do Brasil foi inaugurado no segundo semestre de 2016, no município de Santa Teresa. Já o condomínio leiteiro iniciou as atividades em 2022, em Sooretama, no norte do Espírito Santo.

Bellardt sinaliza que também está no radar da cooperativa expandir as atividades na produção de alimentos para os próximos anos. “Esse é um projeto a longo prazo, já que esse modelo de negócio permite a expansão dentro de outras iniciativas. Por enquanto, nosso foco maior é conseguir abrir mais dois condomínios para a produção de leite e de ovos no Espírito Santo, ampliando o número de cotistas cooperados e externos”, afirma.

Fonte: P6 Comunicação

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Nater Coop anuncia investimento de 8 milhões em novas estruturas de armazém de café no ES

Foto: Divulgação O volume de movimentação chegará a aproximadamente 75 mil sacas por ...

Agronegócio bate recorde de exportações em abril, com US$ 15,24 bilhões

O resultado correspondeu a 49,3% das exportações totais do Brasil Com valor recorde, ...

Sicoob inova experiência com cashback no Super App 

O Sicoob lançou a nova funcionalidade de cashback no Super App. Através do ...

Exportação de café em abril rende a maior receita da história registrada em um mês

Foto: Julio Huber O Brasil exportou 4,222 milhões de sacas de 60 kg ...

Socol pode se tornar patrimônio cultural no Espírito Santo

Foto: Gabriel Lordelo/Divulgação O socol, produto embutido exclusivo de Venda Nova do Imigrante, ...