OCB/ES lança cartilha sobre crédito especial para empresários do turismo

Foto: Julio Huber

A Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) acaba de lançar uma cartilha para orientar e estimular as coops de crédito a participarem do edital do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), do Ministério do Turismo. O edital é o resultado de um pleito da OCB encaminhado ao MTUR após o governo ter ampliado os recursos do programa para atender o setor de turismo, especialmente afetado pela atual pandemia do coronavírus. Empresas e cooperativas que atuam no setor de turismo podem se beneficiar dos financiamentos do programa.

O Fungetur consiste em um mecanismo de crédito essencial ao fomento do turismo como negócio e estratégia para o desenvolvimento social e econômico. Por meio da oferta de crédito a empresas direta ou indiretamente ligadas ao turismo, promove a elevação do nível dos serviços prestados ao turista, a expansão das oportunidades de instalação de novos negócios, além da geração de emprego e renda.

A cartilha explica, por exemplo, que obras civis para implantação, ampliação, modernização e reforma, máquinas e equipamentos turísticos, além de capital de giro fazem parte do rol do que pode ser financiados com recursos do Fungetur.

EXIGÊNCIAS

Vale destacar que para solicitarem recursos do Fungetur empresas e cooperativas do setor de turismo precisam ser credenciadas no Cadastur (https://cadastur.turismo.gov.br) para trabalhar como agências de turismo, transportadoras turísticas, locadoras de veículos para turistas, organizadoras de eventos, entre outras atividades. Os critérios para análise de risco e aprovação do volume de recursos pleiteado, assim como a política de garantias, ficam a cargo da instituição financeira, a exemplo de uma cooperativa de crédito.

No caso das cooperativas de crédito interessadas em emprestarem recursos do Fungetur, estas precisam estar em dia com as obrigações da Lei Complementar nº 130/2009, bem como da Resolução nº 4.763/2009, do Banco Central, além de atenderem às demais exigências do edital de credenciamento. A documentação apresentada pelas instituições financeiras será analisada pelo MTUR em até cinco dias úteis, após a confirmação de entrega e, estando aptas, serão convocadas pelo Ministério a assinar o contrato administrativo de forma eletrônica do SEI no prazo de até cinco dias.

LINKS IMPORTANTES

Clique aqui para acessar a cartilha.

Para acessar o edital e seus anexos, Clique aqui.

Acompanhe essa e outras ações clicando aqui.

FONTE: Sistema OCB

Últimas notícias

Flores para Finados devem crescer em faturamento, mesmo com redução do volume

Mesmo diante das dificuldades de realizar previsões neste “novo normal”, a expectativa da ...

ArcelorMittal Tubarão religa seu terceiro Alto-Forno

A ArcelorMittal Tubarão religou ontem, dia 25, o seu terceiro alto-forno, cujas operações ...

Leilão da Conab adquire produtos destinados à formação de cestas básicas

Na sexta-feira (30), a partir das 9h, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) ...

Cafés especiais conquistam o Brasil e o mundo

Os apreciadores de café estão cada vez mais exigentes e eles não estão ...

Concurso Fotográfico “Mãos do Café” 2020 está chegando ao fim

Esta é a última semana de votação para escolher as melhores fotos da ...