Operação conjunta apreende mais de 6,8 mil quilos de produtos clandestinos e irregulares

Foram apreendidos produtos como queijos, ovos, leite, frango congelado, bacon, bebidas lácteas e produtos cárneos impróprios para alimentação humana

Uma nova ação conjunta para combater a venda clandestina e irregular de produtos agropecuários resultou na apreensão de mais de 6,8 mil quilos de produtos em estabelecimentos atacadistas e distribuidores nos estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo. As apreensões resultaram em cerca de R$ 506,5 mil de prejuízo aos infratores, tendo sido lavrados um auto de infração, dois termos de apreensão, um termo de condenação e realizada uma prisão em flagrante por crime de contrabando. 

No Mato Grosso do Sul, a fiscalização ocorreu em dois estabelecimentos atacadistas. Nos locais foram apreendidos 4.470 kg de queijos; 2.700 unidades de ovos; 83 litros de leite; 4 kg de frango congelado; 32 kg de apresuntado; 18 kg de bacon; 15 kg de calabresa; 52 Kg de requeijão e 17 kg de bebidas lácteas. Já no estado de São Paulo, foram fiscalizados dois estabelecimentos de distribuição de produtos de origem animal, sendo apreendidos 2.274,83 Kg de produtos cárneos impróprios para alimentação humana. 

Anúncio

“Os produtos de origem animal importados irregularmente podem representar um sério risco para a saúde pública por não atenderem à legislação sanitária brasileira e não serem submetidos a nenhum controle sanitário oficial. Esta Operação foi precedida de uma ação de inteligência da Iagro e possibilitou que fossem retirados de circulação produtos alimentícios que seriam comercializados em vários municípios do Mato Grosso do Sul”, destaca a auditora fiscal federal agropecuária, Helda Cebalho. 

Anúncio

A Operação Ronda Agro XXIV do Programa de Vigilância em Defesa Agropecuária para Fronteiras Internacionais (Vigifronteira) foi resultado da somatória de esforços entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal do Mato Grosso do Sul (Iagro), a Receita Federal do Brasil (RFB), a Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMSP) e o Departamento de Operações de Fronteira do Estado do Mato Grosso do Sul (DOF), que realizaram as ações de fiscalização conjuntas em estabelecimentos suspeitos de comercializarem produtos de origem animal importados irregularmente da Argentina e do Paraguai. 

“Os resultados da operação refletem todo o empenho das equipes que atuaram de forma conjunta e integrada, contribuindo para a efetividade das ações no combate a atividades irregulares”, destaca o coronel Wagner Ferreira da Silva, diretor do DOF. 

Fonte: Mapa

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Feira de Agronegócios Cooabriel 2024 acontecerá em julho

O evento é considerado o maior do agro no estado do Espírito Santo ...

Café canéfora tem zoneamento de risco climático atualizado

Foto: Humberto Franco O Zarc delimita regiões e épocas de cultivo em classes ...

Senar-ES quer fortalecer o agro em Santa Leopoldina

Contribuir para um cenário de crescente desenvolvimento da produção sustentável no Espírito Santo ...

Ales vai promover sessão em homenagem às mulheres cooperativistas

Foto: Freepik Reunião acontece na próxima semana. Pauta foi proposta pela Comissão Permanente ...

Brasil produziu quase 900 mil toneladas de peixes de cultivo

A piscicultura venceu adversidades e cresceu 3,1% Em 2023 O Brasil produziu 887.029 ...