Parceria entre Embrapa e Eneva prevê implantação de projeto socioambiental

Os municípios de Silves e Itapiranga, no estado do Amazonas, terão um projeto socioambiental com ênfase em sistemas agroflorestais, viabilizado por meio de um acordo de cooperação técnica firmado entre a Embrapa Amazônia Ocidental, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, e a empresa de energia e gás natural Eneva.

Por meio dessa parceria, serão realizadas ações para implantação e difusão de sistemas integrados que promovam a interação entre o plantio de árvores, a produção agrícola, os serviços ambientais, o manejo e a conservação dos recursos naturais, garantindo sua sustentabilidade.

Continua após o anúncio

Entre as ações previstas ao longo de dois anos, espera-se implantar viveiros com mudas de espécies árboreas nativas (como andiroba, castanheira, ente outras) para fins de reflorestamento e implantação de sistemas integrados de produção. Também está previsto o reflorestamento oito hectares, o equivalente a 80 mil metros quadrados, em área de uso para fins de manejo e produção agroflorestal.

O projeto prevê ainda a implantação de unidades demonstrativas de sistemas integrados com cultivos agrícolas, florestais e criação de animais. Estão previstas ações para identificar eventuais grupos de agricultores locais que tenham interesse em participar do projeto socioambiental e ações para o desenvolvimento da capacidade técnica de agricultores, com ênfase em jovens e mulheres para que assumam um papel ativo em favor da educação ambiental e restauração do ambiente em que vivem.

O chefe geral da Embrapa Amazônia Ocidental Everton Cordeiro destacou que a missão da Embrapa é a partir de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação desenvolver a agricultura brasileira com foco na sustentabilidade. E, nesse contexto, a parceria com a Eneva será importante em ampliar a possibilidade de acesso das populações locais às tecnologias geradas pela Embrapa.

“Ao tornar acessíveis as tecnologias, queremos que sirvam como instrumentos que ajudem os seres humanos a alcançar segurança alimentar plena, geração sustentável de renda, restaurando e conservando o ambiente”, comentou chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia, substituto, Gilmar Meneghetti. Ele acrescenta que a participação das famílias desde o diagnóstico, planejamento e posterior implementação das ações é fundamental.

“As tecnologias precisam ser instrumento de emancipação e autonomia das famílias e comunidades. O acordo de cooperação permitirá implementar, validar, fazer arranjos de sistemas integrados de produção, que incluem espécies perenes da biodiversidade amazônica  e  culturas alimentares como mandioca, banana e feijão caupi”, complementa.

AÇÕES DE DESENVOLVIMENTO – A Eneva é uma empresa integrada de energia e maior operadora privada de gás natural do Brasil. No estado do Amazonas desenvolve o projeto integrado Azulão-Jaguatirica, que visa transformar o gás natural do campo de Azulão, entre os municípios de Silves e Itapiranga, na Bacia do Amazonas, para a geração de energia pela termoelétrica UTE Jaguatirica II, no estado de Roraima. 

O gerente geral de HSE e Licenciamento Ambiental da Eneva, Gerson Scheufler, comentou que em outros locais onde executam projetos, como no estado do Maranhão, também realizam ações voltadas para o desenvolvimento sustentável e agricultura familiar. “É muito importante que além da energia que vamos gerar, do negócio que estamos implantando, que tenhamos alcance para proporcionar o desenvolvimento das comunidades que aí residem”, disse. 

“A Eneva é pioneira em aplicação de tecnologias, assim como a Embrapa, sendo assim essa é uma parceria perfeita no sentido de alavancar projetos de responsabilidade social e de desenvolvimento sustentável no entorno das nossas operações”, afirmou o gerente geral da Planta de Operação do Campo Azulão, Rafael Filippelli.

Fonte: Embrapa

Últimas notícias

Cadeia produtiva do café é homenageada na Assembleia Legislativa do ES

O jornalista, apresentador e diretor da Revista Negócio Rural, Bruno Faustino, foi um ...

Sementes de Palmeira Juçara serão lançadas por pilotos durante Voo Livre em Alfredo Chaves

Mais de 300 mil sementes de Palmeira Juçara foram doadas pelo Instituto Capixaba ...

Mapa registra mais 20 defensivos de controle biológico, incluindo produtos para uso na agricultura orgânica

Em 2022 já foram registrados 36 produtos de baixa toxicidade para o controle ...

Evento em Vitória destaca a importância da agricultura familiar capixaba

A agricultura familiar é uma das responsáveis por contribuir com os alimentos que ...

Avião caracterizado de abelha decola em homenagem aos maiores polinizadores do planeta

Piloto de aviões agrícolas há mais de 40 anos, José Paulo Garcia fez ...