Participação do Brasil na maior feira de cafés especiais da Ásia pode gerar US$ 59,4 milhões

Se confirmado, valor superará em 15% o volume de negócios efetivado com a presença na SCAJ World Specialty Coffee Conference and Exhibition em 2022

A participação brasileira no maior evento de cafés especiais da Ásia, a SCAJ World Specialty Coffee Conference and Exhibition 2023, realizado pela Specialty Coffee Association of Japan (SCAJ), em Tóquio, de 27 a 30 de setembro, pode render US$ 59,4 milhões ao Brasil em negócios com o produto. Se confirmado, o valor superará em aproximadamente 15% os US$ 51,8 milhões efetivados com a presença no evento em 2022.

Os empresários nacionais participaram da feira, que celebrou sua 20ª edição este ano, através do “Brazil. The Coffee Nation”, projeto setorial desenvolvido pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

No evento, a delegação nacional realizou sete sessões de cupping no estande da BSCA e outras duas degustações apresentando os cafés do “Taste of the Harvest” para o público geral. O espaço contou com bancadas de participantes do projeto setorial e um brew bar, onde a equipe parceira da SCAJ ofereceu cafés espressos e filtrados de oito regiões produtoras brasileiras que possuem Indicação Geográfica.

“As ações que realizamos possibilitaram contatos comerciais com 155 empresários da região, sendo que 43 foram novos. Esse networking é extremamente relevante porque o Japão e os países asiáticos são parceiros leais, que fecham negócios de longa data, o que permite que o Brasil consolide ainda mais seus cafés especiais nesses mercados tradicionais e possa ampliar sua participação em outros novos, entregando sustentabilidade e qualidade por meio de produtos totalmente rastreados”, destaca Vinicius Estrela, diretor executivo da BSCA.

Outro ponto que chamou a atenção, conforme ele, é o crescimento do interesse dos jovens japoneses no mercado de cafés especiais. “O número de visitantes jovens impressiona em um mercado tão tradicional como o Japão, o que abre novas oportunidades de negócios e vem fomentando o crescimento de microtorrefações no país após a pandemia”, completa.

Durante os quatro dias da feira em Tóquio, os empresários brasileiros concretizaram, nas sessões de degustação e rodadas comerciais do “Taste of the Harvest”, US$ 10,3 em negócios presenciais e alinharam a possibilidade de comercialização de mais US$ 49,1 milhões ao longo dos próximos 12 meses, até a próxima edição do evento, o que gera a estimativa de US$ 59,4 milhões no total.

BRAZIL. THE COFFEE NATION – O projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation” é realizado pela BSCA em parceria com a ApexBrasil com foco na promoção comercial do café especial brasileiro no mercado internacional, reforçando os pilares de qualidade, diversidade e sustentabilidade. A iniciativa tem como objetivo apresentar o Brasil como uma nação dotada dos recursos naturais essenciais para o cultivo dos melhores cafés e que ativamente investe ativamente para atingir os mais altos requisitos de qualidade, de forma sustentável e em observância a rígidas normas de direito social e ambiental.

Com vigência até agosto de 2025, uma das prioridades do projeto será investir em ações de qualificação e diversificação, com foco no apoio aos produtores de café canéfora (robusta e conilon) do país, nas certificações de qualidade e de sustentabilidade e nos cafés produzidos por mulheres, fomentando a equidade de gênero na cafeicultura brasileira e a capacitação de provadoras profissionais de café. O projeto atual tem como mercados-alvo: i) África do Sul, Austrália, China, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Estados Unidos, França, Japão, Malásia, Polônia, Rússia e Taiwan para os cafés crus especiais; e ii) Canadá, Chile, China e Estados Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem.

As empresas que ainda não fazem parte podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / 99824-9845 / 99879-8943 ou do e-mail [email protected].

SOBRE A APEXBRASIL – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira.

Para alcançar os objetivos, a ApexBrasil realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.

A Agência também atua de forma coordenada com atores públicos e privados para atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o Brasil com foco em setores estratégicos para o desenvolvimento da competitividade das empresas brasileiras e do país.

Internamente, há uma preocupação em fornecer aos colaboradores um ambiente organizacional igualitário e justo. Tal postura foi reconhecida com a certificação Great Place to Work, recebida em 2020.

Fonte: BSCA

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Fendt lança combo com trator versátil e versões menores de plantadeira dobrável

Fotos: Divulgação Novidade reúne versatilidade, eficiência operacional e alta precisão A Fendt é ...

Agricultores de Ecoporanga se regularizam para venda direta de produtos orgânicos

Um grupo de agricultores familiares do município de Ecoporanga foi contemplado com a ...

Capacitação para operação de secagem e armazenamento de grãos preza pela segurança dos trabalhadores no Oeste baiano

No Oeste da Bahia, região essencialmente agrícola, a crescente necessidade de instalação de ...

Exportação de gengibre mais que dobra em janeiro de 2024

O valor exportado com o gengibre capixaba no primeiro mês deste ano foi ...

Mecanização é o caminho para a produtividade na silvicultura

A mecanização veio trazer novos ventos de prosperidade para a silvicultura. Nos últimos ...