Polícia Civil e Idaf-ES apreendem mais de 80 quilos de carne imprópria para consumo

A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Piúma, no sul do Espírito Santo, juntamente com a equipe do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), realizou uma operação, nessa terça-feira (21), que resultou na apreensão de quase 82 quilos de carne armazenados de forma irregular e impróprios para consumo. A ação faz parte de uma investigação, em andamento, do furto de dez cabeças de gado, acontecido no último dia 10, em Piúma. A ação aconteceu no bairro Reta Grande, em Guarapari.

A titular da DP, delegada Rosane Cysneiros, explicou que as diligências foram realizadas para cumprir um mandado de busca e apreensão em um bar. “No local, localizamos uma câmara frigorífica de, aproximadamente, 10 metros quadrados, equipada com ganchos para pendurar carnes e até animais inteiros. Em uma residência, que fica atrás do estabelecimento, foram encontrados os 81,6 quilos de carne, em um freezer horizontal em péssimo estado de conservação, enferrujado e em um ambiente sem qualquer condição de higiene”, informou.

A médica-veterinária do Idaf, que acompanhou o caso, Luciana Loiola, informou que, de acordo com o denunciante e as informações da Polícia Civil, o gado teria sido transportado para abate em Guarapari. “Com a possibilidade de abate clandestino, o Idaf foi acionado. Embora não tenha sido possível flagrar o abate, no local indicado foi encontrada carne bovina, ovina e de aves, em condições precárias de armazenamento. Além disso, nenhum produto havia passado por inspeção sanitária, procedimento obrigatório para a manipulação de produtos de origem animal”, explicou a médica-veterinária.

As carnes foram apreendidas e destinadas à graxaria de um frigorífico, devidamente registrado no Serviço de Inspeção Oficial, para que sejam utilizadas na produção de farinha para ração animal (cães, gatos e peixes) após passarem por tratamento térmico adequado de esterilização.

Além da carne, a equipe policial encontrou uma serra para corte, com resíduos de carne e osso ainda frescos, um motosserra, bobinas grandes para embalo de carne, uma espingarda e dois celulares. “Um homem de 31 anos afirmou ser responsável pelo estabelecimento e não possui o registro da arma de fogo. Ele foi multado pelo Idaf e foi autuado, em flagrante, pelo crime contra as relações de consumo e posse ilegal de arma de fogo”, afirmou a delegada.

Os trabalhos de investigações continuarão para identificar os envolvidos no furto de gado. “Caso a população tenha informações que contribuam com o trabalho policial, que realize uma denúncia anônima por meio do Disque-Denúncia 181”, pontuou.

O suspeito foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Marataízes, onde permanece à disposição da Justiça.

Fonte: Idaf

Últimas notícias

Idaf tem trabalho aprovado em Encontro Capixaba de Pesquisa em Educação Ambiental

O encontro é organizado pela Ufes em parceria com o Iema O Instituto ...

Ifes abre inscrições para mestrado em Agroecologia

São ofertadas 12 vagas e o início das aulas está previsto para março ...

Laboratório de aquicultura marinha fortalecerá pesquisas no país

Visão em 3D do projeto do Lapimar Foram reiniciadas, esta semana, as obras ...

Brasil registra 31 defensivos agrícolas genéricos, com quatro produtos biológicos

Com a publicação, 2020 soma 60 produtos de baixo impacto registrados. Esse é ...

ATENÇÃO: chuva forte e rajadas de vento atingem a Grande Vitória e municípios do interior capixaba

A chuva forte prevista pela Coordenação de Meteorologia do Instituto Capixaba de Pesquisa, ...