Produção agrícola de Cariacica é destinada a famílias de baixa renda

Cerca de nove toneladas de alimentos produzidos por 28 agricultores de Cariacica foram comprados pela Prefeitura, por meio do Projeto Compra Direta de Alimentos (CDA), e distribuídos para 310 famílias acompanhadas pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

A entrega aconteceu nesta quinta-feira (30). As “cestas verdes” também beneficiarão 12 entidades que atuam no município. As cestas contêm frutas, verduras, legumes, hortaliças, pães e biscoitos caseiros.

Para evitar aglomerações, as famílias foram contatadas previamente e informadas sobre o horário de retirada das cestas. Elas também foram informadas sobre a necessidade do uso de máscaras e de ir somente um representante da casa.

Uma das beneficiadas foi a autônoma Maria Angélica Moreira Soares, 39. Ela conta que no momento, a única renda da casa vem do Programa Bolsa Família, já que o marido está desempregado.

“Somos acompanhados pelo Cras de Alto Mucuri há cerca de quatro anos. Foi uma bênção receber essa cesta, pois frutas, verduras e legumes ajudam a fortalecer a imunidade, principalmente, das crianças”, diz.

Em um momento de tantas incertezas econômicas, o Projeto CDA representa um socorro tanto para as famílias que recebem as cestas quanto para os produtores que escoam suas produções “em casa”.

É o caso do Eliander Sabino, que mora na localidade de Boqueirão, na zona rural da cidade e, pela segunda vez, vendeu a produção de pães e biscoitos caseiros para a prefeitura.

“Há 8 anos participo do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e esse ano comecei a vender pelo CDA também. Isso é muito importante para mim, pois ajuda na renda familiar e com o dinheiro posso investir na compra de novos materiais, para produzir ainda mais”, comemora.

A secretária de Assistência Social, Solismara Delarmelina, destaca que a entrega das cestas verde é mais um esforço da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) para ajudar as famílias em situação de vulnerabilidade a atravessar este momento de pandemia do novo coronavírus (Covid-19). “Muitas tiveram a perda de suas rendas e isso afeta diretamente a alimentação”, afirma.

O Projeto Compra Direta de Alimentos (CDA) é desenvolvido pela Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), que lança editais e os municípios interessados em receber o recurso se habilitam para participar. O critério para que o município seja contemplado é realizar a compra de agricultores locais que estejam inseridos no CadÚnico.

Da mesma forma, as famílias contempladas devem estar inseridas neste mesmo cadastro, que tem como finalidade coletar dados e informações que objetiva identificar todas as famílias de baixa renda existentes no país para incluí-las em programa de assistência social e redistribuição de renda. As entregas são feitas pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) sempre em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap). 

Fonte: Tatiana Moura/PMC

Últimas notícias

Cursos de tratorista e cultivo de cacau exclusivos para mulheres

Registro de ação do projeto “Mulheres do Cacau” com produtoras rurais As mulheres estão ...

Mapa destrói 58 mil garrafas de azeite de oliva fraudado

Foi a maior apreensão já realizada pelo Ministério da Agricultura no país desde ...

Campanha pretende estimula consumo do produto no país

Tema foi debatido durante reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite ...

Conab afirma que clima prejudica oferta de hortaliças e frutas no país

Quem procura preços baixos no atacado terá que aguardar mais um pouco até ...

Congresso Brasil-Alemanha de Inovação acolhe também o tema de sustentabilidade

Um dos eventos mais tradicionais do ecossistema brasileiro de inovação e o maior ...